Sándor Puhl, árbitro da final da Copa de 1994 entre Brasil e Itália, foi quatro vezes eleito o melhor do mundo

0
Powered by Rock Convert

Sándor Puhl, árbitro da final da Copa de 1994 entre Brasil e Itália

 

O árbitro húngaro dirigiu a final do Mundial de 1994 e foi quatro vezes eleito o melhor do mundo

 

Sándor Puhl (Miskolc, 14 de julho de 1955 – 20 de maio de 2021), ex-árbitro húngaro que apitou a final da Copa do Mundo de 1994 entre Brasil e Itália, além da polêmica partida das quartas de final daquele Mundial entre Itália e Espanha.

 

Sándor Puhl conseguiu a licença de árbitro em 1970, quando tinha apenas 15 anos, e desde 1982 arbitrou centenas de jogos ao mais alto nível, numa carreira em que chegou a internacional em 1988 e na qual esteve presente em várias finais.

 

Puhl, que também esteve à frente da final da Liga dos Campeões de 1997 vencida pelo Borussia Dortmund, foi eleito quatro vezes o melhor árbitro do mundo, entre 1994 e 1997, pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).

 

oexploradorPowered by Rock Convert

O ex-árbitro começou sua carreira em 1984, e atuou na decisão do Mundial dos Estados Unidos, na qual a seleção brasileira conquistou o tetracampeonato nos pênaltis diante dos italianos.

Na Espanha é lembrado por não ter visto, nas quartas de final dessa mesma Copa, a cotovelada dentro da área que o italiano Mauro Tassotti deu no atual técnico da seleção espanhola, Luis Enrique, que acabou sangrando no nariz. Nos últimos anos, Puhl atuou como vice-presidente do comitê de árbitros da MLSZ.

 

Puhl faleceu em 20 de maio de 2021, aos 65 anos, informou a Federação Húngara de Futebol (MLSZ).

(Fonte: https://istoe.com.br – EDIÇÃO Nº 2678 – ESPORTES / por Estadão Conteúdo – 20/05/21)

(Fonte: https://www.noticiasaominuto.com/desporto – POR LUSA – 20/05/21)

Powered by Rock Convert
Share.