Rildo da Costa Menezez, ídolo do Santos, Botafogo e Seleção Brasileira, fez carreira de sucesso entre os anos 60 e 70 e atuou ao lado de Pelé e Garrincha

0
Powered by Rock Convert

Ex-lateral Rildo, ídolo do Santos, Botafogo e Seleção Brasileira

 

Pernambucano fez carreira de sucesso entre os anos 60 e 70 e atuou ao lado de Pelé e Garrincha

 

Ex-jogador também defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra, ao lado de Pelé

Rildo da Costa Menezes

Rildo jogou por Santos, Botafogo e Sport. (Foto: Divulgação/ Santos FC / Estadão)

 

Rildo da Costa Menezes (Recife, 23 de janeiro de 1942 – Los Angeles, 16 de maio de 2021), ex-lateral-esquerdo de Botafogo e Santos nos anos 1960, mais conhecido apenas por Rildo.

 

O ex-jogador teve passagens pelo Santos, onde é ídolo, pelo Botafogo e pela Seleção Brasileira, chegando a ser convocado para a Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra.

 

O ex-jogador teve passagem de destaque pela equipe da Vila Belmiro entre 1967 1972. Jogou ao lado de Pelé. Em 1966, quando atuava pelo Botafogo, disputou a Copa do Mundo da Inglaterra pela seleção brasileira.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Rildo atuou pelo Íbis, onde se profissionalizou, e pelo Sport antes de jogar pelo Botafogo por cinco anos e conseguir sua convocação para a Seleção Brasileira. Em seguida, o ex-lateral vestiu a camisa do Santos antes de se transferir para o futebol dos Estados Unidos, país em que morou até o final de sua vida.

 

Rildo iniciou sua carreira no Sport do Recife, onde ficou até se transferir para o Botafogo, em 1961. No Rio, jogou ao lado de vários craques como Garrincha, Nilton Santos, Zagallo, Didi Amarildo. Companhia de craques não faltou na carreira de Rildo. Quando chegou ao Santos, em 1967, jogou conheceu e se enturmou com jogadores de respeito no clube, além de Pelé, com Pepe, Coutinho e Clodoaldo.

Pelo Botafogo, Rildo conquistou os Campeonatos Cariocas de 1961 e 1962 e as Copas Rio-São Paulo de 1962 e 1966. O Rio-Sao Paulo era uma disputa acirrada entre os Estados mais rivais do futebol brasileiro. Pela equipe alvinegra da Baixada Santista, Rildo foi tricampeão paulista (1967, 1968 e 1969), além de vencer o Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1968, que era como o Campeonato Brasileiro era chamado. No mesmo ano, ele também conquistou a Recopa Intercontinental e a Supercopa Sul-Americana.

Depois de deixar o Santos, Rildo passou pelo futebol potiguar e brasiliense e seguiu carreira nos Estados Unidos. Jogou por New York Cosmos, Los Angeles Aztec e California Sunshine. Também treinou equipes em território americano: California Emperors, Los Angeles Salsa e San Fernando Valley.

 

Ex-jogador tinha 79 anos e faleceu em 16 de maio de 2021, em sua casa em Los Angeles (EUA), cidade onde residia desde 1977.

(Fonte: GAÚCHAZH – ANO 58 – N° 20.024 – 18 DE MAIO DE 2021 – MEMÓRIA / TRIBUTO – Pág: 23)

(Fonte: https://www.terra.com.br/esportes/santos – ESPORTES / SANTOS / por Estadão Conteúdo – 17 mai 2021)

(Fonte: https://esportes.r7.com/lance – ESPORTES / LANCE / por Lance – 17/05/2021)

Powered by Rock Convert
Share.