“Não podemos ficar assistindo a essa prudência doentia do Banco Central.” Claudio Vaz, candidato da situação à presidência da Fiesp, reclamando dos juros ainda altos

0
Powered by Rock Convert

“Não podemos ficar assistindo a essa prudência doentia do Banco Central.” 

Claudio Vaz, candidato da situação à presidência da Fiesp, reclamando dos juros ainda altos

(Fonte: Veja, 18 de fevereiro de 2004 – ANO 37 – Nº 7 – Edição 1841 – Veja Essa/ Por Julio Cesar de Barros – Pág: 40/41)

Share.