Considerada a primeira cerveja Pilsen do mundo

0
Powered by Rock Convert

Considerada a primeira cerveja Pilsen do mundo

Todo cervejeiro sonha em entrar numa fábrica de cerveja. Quando dá para unir um passeio com uma aula de história sobre a bebida, melhor ainda. Para sorte deles, muitas cervejarias centenárias que ajudaram a revolucionar e criaram novos estilos apreciados no mundo inteiro abrem seus portões para visitantes. O turismo cervejeiro é forte na Europa, em países de tradição como Alemanha, Inglaterra e Bélgica, mas também pode ser feito aqui no Brasil. Confira 10 grandes empresas para conhecer de perto.

Pilsner Urquell  – A cidade de Pilsen, na República Tcheca, revolucionou a cerveja, e a Pilsner Urquell faz parte dessa história. Considerada a primeira cerveja Pilsen do mundo, nasceu em 1842 e é até hoje fabricada com a mesma receita. O estilo tornou-se o mais consumido no mundo e é imitado por milhares de marcas ao redor do globo. Sua fábrica, aberta para tours, é uma viagem no tempo na qual os visitantes podem ver de perto o local onde ela é produzida desde seu início e degustar a Pilsner Urquell na adega, sem filtragem e pasteurização.

Weihenstephan  – Essa é apenas a mais antiga cervejaria em funcionamento no mundo. Instalada no Mosteiro de Weihenstephan, na Bavária, Alemanha, desde 1040, sua tradição é tão grande que é nela que funciona o Curso de Estudos de Fabricação de Cerveja e Tecnologia de Bebidas da Universidade Técnica de Munique. A cervejaria continua no seu local original, no topo de uma colina da cidade de Freising, que pode ser visitada em tours simples e com degustação.

oexploradorPowered by Rock Convert

Budweiser  – Uma das cervejarias mais famosas do mundo, a Budweiser é um símbolo dos Estados Unidos. Feita pela Anheuser-Busch, fundada em 1852, é uma das mais conhecidas American Lagers do mundo e consumida em diversos países. Para quem quiser conhecer mais sobre a história da Bud, há diversos passeios em suas fábricas nos Estados Unidos, entre elas a de St. Louis, a mais antiga delas. Os tours oferecidos variam, vão desde conhecer o processo de fabricação até aula de degustação.

 Bohemia  – A Primeira Cerveja do Brasil. Esse é o slogan da Bohemia, produzida desde 1853 e uma das mais respeitadas cervejas brasileiras. Além da clássica Pilsen, uma cerveja clara com lúpulo tcheco, a cervejaria localizada na cidade de Petrópolis, na Serra do Rio de Janeiro, tem uma linha de rótulos especiais de estilos clássicos, mas com um toque brasileiro ao acrescentarem insumos nacionais como pimenta rosa, jabuticaba e erva-mate. Em Petrópolis, um tour pela fábrica mostra a história da bebida desde a antiguidade até os dias atuais, oferece painéis interativos e uma completa experiência sensorial com degustação direto da fonte.

Tour cervejeiro mostra processo de fabricação de grandes cervejarias, como na fábrica da Bohemia, em Petrópolis (RJ).

Tour cervejeiro mostra processo de fabricação de grandes cervejarias, como na fábrica da Bohemia, em Petrópolis (RJ).

Heineken  – Uma das mais conhecidas marcas de cerveja do mundo, a Heineken é um patrimônio da Holanda. Quem visita a capital do país, Amsterdam, pode aproveitar a estada para fazer um tour na em sua primeira fábrica no Heineken Experience. O passeio mostra a história centenária da cervejaria fundada em 1864 e que tem como carro-chefe a cerveja de mesmo nome, uma das Euro Pale Lagers mais consumidas no mundo. E o visitante ainda pode tirar da torneia o seu próprio copo da bebida.

 Guinness  – A Guinness é um patrimônio da Irlanda. A cervejaria fundada por Arthur Guinness em 1759 produz desde 1959 aquela que é talvez a mais famosa Stout no mundo, a Guinness Draugt. É uma tradição sentar em um pub e pedir um pint dela, conhecida por sua coloração negra e colarinho cremoso. E sua fábrica é um destino de peregrinação cervejeira para quem visita Dublin.

 Full er’s – U m patrimônio de Londres, a Fuller’s tem uma longa história que começa em 1845. Seu carro-chefe é a London Pride, uma Ale de estilo Premium Bitter, uma das cervejas mais vendidas no Reino Unido. Assim como outros rótulos, ela é feita na Griffin Brewery, que recebe tours na fábrica, considerada a última cervejaria familiar da capital inglesa.

Leffe – Essa tradicional cerveja belga começou sua história em 1240, quando os cônegos da Abadia Notre-Dame de Leffe decidiram construir uma cervejaria. Seus diversos rótulos são considerados cervejas de abadia, com receitas originais dos monges produzidas há séculos. A primeira delas foi a Leffe Brown, feita originalmente para purificar a água local e evitar a contaminação por doenças graves como a Peste Negra. Para conhecer a história de rótulos como a Leffe Blond, uma das mais famosas da cervejaria, é possível fazer uma visitação a Maison Leffe, na cidade de Dinant.

Carlsberg – Carlsberg e pioneirismo são quase sinônimos no mundo da cerveja. Fundada em 1847, a cervejaria dinamarquesa foi a primeira a isolar uma cultura de levedura de baixa fermentação. Esse é um dos motivos para a fama da Euro Lager que leva o nome da cervejaria. Quem visita Copenhague, na Dinamarca, pode aproveitar e fazer um tour pela cervejaria, que já começa com a visão impressionante de quatro elefantes gigantes que guardam o portão de entrada e segue com uma experiência histórica e degustativa.

Grupo Petrópolis – O Grupo Petrópolis é responsável por marcas como a Itaipava e Petra. Entre seus rótulos, ela produz (sob licença) a Weltenburger Kloster, a cerveja de mosteiro mais antiga do mundo, datada de 1050 e original da Alemanha. As fábricas em Petrópolis e Teresópolis, no Estado do Rio de Janeiro, fazem parte da Rota Cervejeira do Rio de Janeiro e podem ser conhecidas no Beer Tour, que oferece uma visão geral da fabricação das cervejas e degustação de rótulos especiais.

Logo Somos todos cervejeiros

CONTEÚDO DE RESPONSABILIDADE DO EMPÓRIO DA CERVEJA

(Fonte: http://g1.globo.com/especial-publicitario – SOMOS TODOS CERVEJEIROS – conteúdo de responsabilidade do Empório da Cerveja – 22/02/2016)

 

 

Powered by Rock Convert
Share.