“Sou apenas um libertino que gosta de festas.” DOMINIQUE STRAUSS-KAHN, ex-diretor do Fundo Monetário Internacional, negando, no tribunal de Lille, a acusação de proxenetismo

0
Powered by Rock Convert

“Dominique Strauss-Kahn pagava por sexo com prostitutas? A resposta é não. Ele atuou como cafetão de prostitutas? A resposta é não.”

Frederic Fevre, promotor de Lille, defendendo a absolvição do ex-chefe do FMI da acusação de proxenetismo. DSK deixou o cargo e abandonou suas pretensões políticas em 2011, ao ser acusado de tentativa de estupro de uma camareira nos EUA; o inquérito foi arquivado por falta de provas

Frederic Fevre, promotor de Lille, defendendo a absolvição do ex-chefe do FMI da acusação de proxenetismo (Foto: France TV Info/Reprodução)

Frederic Fevre, promotor de Lille, defendendo a absolvição do ex-chefe do FMI da acusação de proxenetismo (Foto: France TV Info/Reprodução)

 

 

“Sou apenas um libertino que gosta de festas.”

DOMINIQUE STRAUSS-KAHN, ex-diretor do Fundo Monetário Internacional, negando, no tribunal de Lille, a acusação de proxenetismo. Ele disse não saber que havia prostitutas nas noitadas de que participava. DSK perdeu o cargo no FMI por tentativa de estupro de uma camareira nos EUA

(Fonte: Veja, 18 de fevereiro de 2015 – ANO 48 – Nº 7 – Edição 2413 – Veja Essa/ Por Rinaldo Gama – Pág: 38/39)

(Fonte: Veja, 25 de fevereiro de 2015 – ANO 48 – Nº 8 – Edição 2414 – Veja Essa/ Por Rinaldo Gama – Pág: 34/35)

Share.