Robert Kanigher, roteirista e editor da editora DC

0
Powered by Rock Convert

Robert Kanigher (Nova York, 18 de junho de 1915 – Fishkill, Nova York, 6 de maio de 2002), roteirista e editor da editora DC. Ficou mais conhecido por seus trabalhos em “Mulher-Maravilha” e por ter criado dois dos grandes personagens da casa: Sargento Rock e o Flash dos anos 50.

Kanigher começou nos quadrinhos fazendo trabalhos para editoras dos anos 30/40, em particular a Fox, a MLJ (hoje Archie) e Fawcett. Em 1945 entrou para a All-American Comics (precursora da DC) e logo se tornou editor. E foi como editor que começou a ter desavenças com alguns artistas. Mort Drucker, por exemplo, se aborreceu tanto com ele, em 1950, que jurou nunca mais desenhar para a DC. 

Em 1947, Kanigher criou sua primeira personagem relevante, a Canário Negro. Depois veio “Príncipe Viking” (1955). Em 1959, também para a DC criou o Sargento Rock, grande sucesso da editora DC no gênero guerra. O personagem apareceu pela primeira vez em 1959 (com data de abril) no n° 81 da revista “Our Army at War” (e não no n° 83, como afirmam alguns pesquisadores). 

Um protótipo do Sargento Rock apareceu três meses antes, no n° 68 do gibi “G.I. Combat” (com data de janeiro de 1959, mas vendido nas bancas americanas ainda no final de 1958). Na trama, sua patente não é revelada e o personagem é referido apenas como “The Rock”. 

Mas o verdadeiro Sargento Rock surgiu mesmo foi no citado “Our Army at War” n° 81. A ideia foi do editor Robert Kanigher, que bolou o personagem, mas entregou a primeira história para o roteirista Bob Haney. 

A partir do n° 83 de “Our Army at War”, o corajoso soldado passou a ser desenhado por Joe Kubert, aumentando ainda mais a popularidade da série. Outro bom desenhista da historieta foi Russ Heath. As histórias se passavam durante a Segunda Guerra e eram narradas pelo próprio protagonista, que geralmente começava do seguinte modo: “Aqui é o Sargento Rock da Companhia Moleza. Eis aqui uma história que etc. etc.”. O herói liderava um pelotão chamado Companhia Moleza, na Europa (no decorrer da série eles atuariam no Norte da África também).

Kanigher baseou as cenas de ação nos filmes de guerra estrelados por John Wayne. Os soldados da Moleza eram tirados dos antigos épicos da MGM. 

O sucesso de Rock fez com que Kanigher viesse com mais personagens do gênero. Surgiam assim “O Tanque Assombrado” (1961), “Ás Inimigo” (1965), “O Soldado Desconhecido” (1966), “Os Perdedores” (1970) e outros. 

Fora do gênero guerra, veio com novos super-heróis, como “Homens Metálicos” (1962) e a supervilã Era Venenosa (de “Batman”). 

oexploradorPowered by Rock Convert

Robert Kanigher faleceu em 7 de maio de 2002, em Nova York, 

(Fonte: https://www.theguardian.com/news/2002/jun/01 – Paul Gravett – 1º de junho de 2002)

(Fonte: http://www.guiadosquadrinhos.com/artista – ARTISTAS / Por Antônio Luiz Ribeiro)

Powered by Rock Convert
Share.