OS PRINCIPAIS NOMES DA REFORMA PROTESTANTE

0

OS PRINCIPAIS NOMES DA REFORMA PROTESTANTE

João Calvino (1509 – 1564)

João Calvino (1509 – 1564)

Jehan Cauvin era o nome de batismo deste influente teólogo protestante francês, que por causa da perseguição religiosa fugiu para a Suíça, onde fundou o movimento calvinista, também chamado de Teologia Reformada. Profundamente religioso, foi influenciado por Lutero, Melanchton, Zuínglio e Bucer. Ele ensinou milhares de estudantes de Teologia em sua academia, fundada em 1559 em Genebra.

 

Philipp Melanchthon (1497 – 1560)

Philipp Melanchthon (1497 – 1560)

Philipp Schwartzerdt (“terra preta” em alemão, por isso adotou o Melanchthon, que significa o mesmo em grego). O filólogo e teólogo redigiu a Confissão de Augsburg (1530) e tornou-se o principal líder do luteranismo após a morte de Lutero. Tornou-se conhecido como o “educador da Alemanha” (Praeceptor Germaniae) por reformar o ensino em território alemão.

 

Ulrich Zwingli (Zwinglio ou mesmo Ulrico Zuínglio) (1484–1531)

 

Ulrich Zwingli (Zwinglio ou mesmo Ulrico Zuínglio) (1484–1531)

O líder da Reforma na Suíça atacou as doutrinas romanas, especialmente a veneração de santos, as promessas de curas, a venda de indulgências e o celibato. Em 1525, conseguiu em alguns cantões a transformação de monastérios em hospitais, eliminou a missa e o uso de imagens nas igrejas, adotando apenas dois sacramentos: o batismo e a ceia.

 

Thomas Müntzer (1489 – 1525)

Thomas Müntzer (1489 – 1525)

 

O teólogo protestante e reformador alemão Thomas Müntzer foi o primeiro a celebrar a Eucaristia em língua alemã, em 1523. Foi uma figura controversa, com sermões tempestuosos e apocalípticos. Apoiou os camponeses rebeldes na Guerra dos Camponeses (1524) e lutou com meios radicais contra o papado e o sistema de classes.

 

Martin Bucer (1491 – 1551)

 

Também conhecido por Martin Butzer, influenciou as vertentes luterana, calvinista e anglicana. Era membro da Ordem Dominicana, mas, influenciado por Lutero, deixou a Ordem em 1521. As ideias reformistas levaram à excomunhão da Igreja Católica e ele fugiu para Estrasburgo, onde agiu como mediador entre os reformadores Lutero e Zuínglio e se juntou a Matthäus Zell, Wolfgang Capito e Caspar Hédio.

 

Johannes Brenz (1499 – 1518)

 

Johannes Brenz (1499 – 1518)

 

Ele introduziu a Reforma em sua paróquia em Schwäbisch Hall alterando sermão, batismo, comunhão e a missa. A lei do matrimônio foi transferida para o âmbito secular. Queria as meninas nas escolas. Alunos com talento, não importando a origem, deveriam aprender latim para terem acesso à escola superior. Brenz e Lutero são considerados os principais autores de catecismo do protestantismo luterano.

 

Jan Hus (1369 – 1415)

 

Jan Hus (1369 – 1415)

 

O teólogo e reformador tcheco Jan Hus foi condenado a morrer na fogueira porque se negou a abandonar suas teorias de reforma da Igreja. Ele pregava o ideal da pobreza e condenava o patrimônio terreno dos príncipes da Igreja. Ele defendia a autoridade da consciência e tentava aproximar a Igreja do povo, através das pregações, que eram em tcheco e não em latim, idioma obrigatório na igreja na época.

 

Johannes Bugenhagen (1485 – 1558)

 

Johannes Bugenhagen (1485 – 1558)

 

Foi o primeiro pastor protestante da igreja de Wittenberg, onde celebrou o casamento de Lutero e batizou seus filhos. Ajudou a traduzir a Bíblia e a adaptou para o baixo-alemão. Já doutor em teologia protestante, a partir de 1528 ajudou a expandir a Reforma. Ele redigiu ou revisou as constituições eclesiásticas de regiões do norte alemão e da Dinamarca. É conhecido como o “Reformador do Norte”.

 

John Wyclif (1330 – 1384)

 

John Wyclif (1330 – 1384)

 

O inglês John Wyclif (ou Wycliffe) é considerado um precursor da Reforma. O professor em Oxford assumiu em 1374 uma paróquia em Lutterworth. Naqueles tempos, havia na Inglaterra um forte sentimento contra o papa por causa dos impostos pagos a Roma. Wyclif se baseava na Bíblia para reivindicar a reforma da Igreja e criticava o clero. Ele rejeitava o celibato e o culto a imagens, santos e relíquias.

 

Martinho Lutero (1483 – 1546)

 

Martinho Lutero (1483 – 1546)

 

Ao estudar a Bíblia, Lutero desenvolveu quatro princípios teológicos fundamentais. Primeiro: a Bíblia é a única referência da verdade. Segundo: a salvação só vem por meio da graça de Deus, e não pagando indulgências. Terceiro: Jesus Cristo, através da morte na cruz, pagou por todos os pecados e é a única ponte entre os homens e Deus. E, o quarto princípio: as pessoas são salvas somente pela fé.

(Fonte: http://www.dw.com/pt-br – Deutsche Welle – OS PRINCIPAIS NOMES DA REFORMA PROTESTANTE/ Por Autoria: Roselaine Wandscheer – 24/04/2017)

Share.