Edwin Hawkins, cantor de música gospel, famoso por sua versão da canção “Oh, happy day”, hit das rádios nos anos de 1969 e que embalou comerciais de televisão

0
Powered by Rock Convert

Autor de ‘Oh, Happy Day’ ganhou o título de “pai” do gospel moderno americano

 

O single foi premiado com o Grammy e teve sete milhões de cópias vendidas

 

 

Edwin Hawkins, no Teatro Apollo de Nova York em 2014. (Foto: BRAD BARKET BRAD BARKET/INVISION/AP)

 

 

 

Gravação de hino gospel com o grupo vocal do músico foi sucesso mundial em 1969 e foi consagrada com Grammy.

 

Edwin Reuben Hawkins (Oakland, Califórnia, 18 de agosto de 1943 – Pleasanton, California, 15 de janeiro de 2018), cantor de música gospel, famoso por sua versão da canção “Oh, happy day”, hit das rádios nos anos de 1969 e que embalou comerciais de televisão. Além de cantor, Hawkins era pianista, mestre de coro, compositor e arranjador de rhythm and  blues (R&B). Ele conquistou quatro Grammys.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Hawkins nasceu em 18 de agosto de 1943, em Oakland, foi um dos fundadores do gospel moderno, ganhou quatro Grammys. Oh, Happy Day foi gravada por Glenn Campbell e Elvis Presley, e também apareceu no filme Mudança de Hábito, protagonizado por Whoopi Goldberg em 1993.

 

O cantor tinha outros sete irmãos, com quem se apresentava em igrejas desde a infância. Seu primeiro álbum foi lançado em 1968, o Let us Go into The House of the Lord, com oito faixas, mas as rádios locais tocavam seguidamente uma delas, Oh, Happy Day.

 

A música com a qual se tornou famoso, Oh, Happy Day, é um hino do século XVIII que Hawkins arranjou segundo o estilo chamado call and response, no qual a canção se compõe de fragmentos de duas partes, sendo que a segunda é uma resposta à primeira.

 

O grupo vocal liderado pelo músico, chamado The Edwin Hawkins Singers, virou sucesso mundial em 1969 com a música “Oh, happy day”, atingindo a marca de 1 milhão de cópias vendidas no ano. No vocal principal do grupo, estava a cantora americana Dorothy Combs Morrison. A canção é adaptada de um hino gospel tradicional do século 18 e se tornou um marco nos EUA, com arranjos de Edwin Hawkins. A gravação ganhou um Grammy no ano seguinte.

O single do grupo Edwin Hawkins Singers que continha essa nova versão, lançado em 1969, fez muito sucesso. Um ano mais tarde, o grupo foi premiado com o Grammy de melhor interpretação de gospel por essa canção. As vendas alcançaram os sete milhões de cópias, segundo os dados citados por Carpenter ao The New York Times.

Edwin Hawkins faleceu aos 74 anos em decorrência de um câncer de pâncreas, em sua casa na cidade de Pleasanton, no Estado americano da Califórnia.

(Fonte: Zero Hora – Ano 54 – N° 18.987 – 17 de janeiro de 2018 – TRIBUTO / MEMÓRIA – Pág: 27)

(Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/16/cultura – CULTURA / Por AFP – Madri – 16 JAN 2018)

Powered by Rock Convert
Share.