Don Ameche, ator americano. Ganhou o Oscar de melhor coadjuvante por sua interpretação em Cocoon

0
Dominic Felix Amici

Don Ameche | (Foto: Radio Star | Old Time Radio Downloads
/Reprodução)

 

Don Ameche (Kenosha, 31 de maio de 1908 – Scottsdale, 6 de dezembro de 1993), ator americano. Iniciou sua carreira nos anos 30 em papéis de galã sedutor. Consagrou-se como um dos principais galãs da 20th Century Fox, estúdio onde protagonizou cerca de 40 filmes.

Nos anos 80, quase esquecido, ganhou o Oscar de melhor coadjuvante por sua interpretação em Cocoon, o filme dos velhos que reencontram o vigor da juventude através de extraterrestres.

Notabilizou-se entre as décadas de 1930 e 1940, quando a produção de filmes musicais atingiu seu ápice em Hollywood. Ameche, interpretou entre outros, os personagens, D’Artagnan em Três Mosqueteiros por Engano (1939) e ao papel título em A vida de Alexander Graham Bell, dirigido por Irving Cummings.

Apesar das várias décadas de carreira cinematográfica, ele só veio a ganhar um Oscar de melhor ator coadjuvante em 1986, com Cocoon.

Nos anos 60 e 70, ele voltaria a atuar no cinema, limitando-se a participações em filmes de baixo orçamento como Escândalos Ocultos (1961), Picture Mommy Dead (1966) e Marinheiros Desastrados (1970). Sua carreira de estrelato ressurgiria na década de 80, quando Don Ameche foi chamado para substituir Ray Milland (1907-1986) na comédia Os Ricos e os Pobres (1983).

O êxito do filme revitalizou-o aos olhos de Hollywood, que o premiou dois anos depois com um Oscar de melhor ator coadjuvante por seu papel em Cocoon (1985). O diretor David Mamet o convidou para protagonizar As Coisas Mudam (1988), no qual sua sóbria interpretação dramática foi elogiada pela crítica especializada, vencendo prêmio Copa Volpi de melhor ator no Festival de Veneza.

Em 1960, por sua contribuição a industria doo entretenimento, Don Ameche foi homenageado com duas estrelas na Calçada da Fama de Hollywood, uma por seu trabalho no rádio e outra na categoria televisão.

Dom Ameche morreu no dia 6 de dezembro de 1993, aos 85 anos, de câncer, no Arizona.

(Fonte: Veja, 15 de dezembro, 1993 – Edição 1318 – Datas)

Share.