Sabine Schmitz, lendária piloto alemã, carinhosamente conhecida como “Rainha de Nurburgring”

0
Powered by Rock Convert

‘Desbravadora’ das pistas

 

“Rainha de Nürburgring”

 

Piloto alemã venceu duas vezes as 24 Horas de Nürburgring e chegou a apresentar o programa britânico Top Gear

 

“Rainha de Nürburgring”, Sabine Schmitz foi a primeira a vencer qualquer competição automobilística com duração de um dia. (Crédito: Reprodução/ Facebook)

 

Conhecida como Rainha de Nurburgring após se tornar a primeira mulher a vencer as 24 Horas do ‘Inferno Verde’, alemã virou ícone do esporte a motor

 

 

Sabine Schmitz (Adenau, Alemanha, 14 de maio de 1969 – 16 de março de 2021), lendária piloto alemã, carinhosamente conhecida como “Rainha de Nurburgring“.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

A alemã, que cresceu perto do circuito e venceu as 24 Horas de Nuerburgring com a BMW em 1996 e 1997, ficou também conhecida como “a taxista mais rápida do mundo” pelas voltas com passageiro que deu nos 20,8 quilômetros da Nordschleife –a volta norte do antigo circuito–, Schmitz estimava tê-la percorrido mais de 20 mil vezes.

 

Schmitz se tornou a primeira mulher a vencer as 24 Horas de Nurburgring em 1996, obtendo duas vitórias na histórica corrida antes de desfrutar de uma longa carreira ligada ao circuito, além de se tornar conhecida por participações no programa ‘Top Gear’, programa popular da rede BBC.

 

Sucesso nas pistas, a piloto alemã ganhou notoriedade por ter apresentado os programas Top Gear e Fifth Gear na televisão britânica.

 

O grande feito de Sabine atrás do volante, que a fez ser conhecida como a “Rainha de Nürburgring”, foi ter vencido a competição de 24 horas do circuito em 1996 e 1997 dirigindo um BMW M3 E36. Porém, sua ligação com a pista não para por aí.

Desde cedo, Sabine já era muito próxima, literalmente, de Nürburgring. Sua família era dona do restaurante Pistenklause e morava no hotel am Tiegarten, ambos localizados dentro do complexo Nürburgring Nordschleife.

Essa proximidade com o asfalto fez com que não somente Sabine, mas também suas duas irmãs se interessassem por competições automobilísticas e tentassem carreira como piloto. No entanto, só ela se destacou no automobilismo.

Após as vitórias no “quintal de casa” e de ter se transformado na primeira mulher a vencer as 24 Horas de Nürburgring — também foi a primeira a vencer qualquer competição automobilística com duração de um dia —, Sabine ainda voltou a frequentar a pista por conta de outro projeto.

Determinada a fazer com que mais pessoas tivessem o privilégio de conhecer as curvas que tanto gostava, a piloto alemã criou um sistema de táxi para que qualquer pessoa pudesse dar uma volta no circuito com ela ao volante.

Conhecido como “Ring Taxi”, o serviço utilizava um BMW M5 e levava os passageiros para conhecer o asfalto de Nürburgring pisando fundo. Desde 2011 Sabine já não fazia mais parte da rotina diária do projeto, que foi mantido e funciona até hoje.

Em 2004, ela pilotou uma van movida a diesel da Ford na pista para um episódio de “Top Gear” e a completou em pouco mais de 10 minutos — só nove segundos atrás do melhor tempo do colega apresentador Jeremy Clarkson em um Jaguar Tipo S.

Sabine Schmitz faleceu em 16 de março de 2021, aos 51 anos, após perder uma longa batalha contra o câncer.

Jeremy Clarkson e Chris Harris, companheiros de Sabine na apresentação do programa Top Gear, também utilizaram o Twitter para se despedir da colega.

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/tv/noticias – ENTRETENIMENTO / MOTOR SPORT / por Luke Smith – 17/03/2021)

(Fonte: https://autoesporte.globo.com/carros/noticia/2021/03 – CARROS / NOTÍCIA / Por Tiago Medeiros (com Thais Villaça) – 17/03/2021)

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/esportes/other – ESPORTES / OTHER / (Por Alan Baldwin) – (Reuters) – 17/03/2021)

Powered by Rock Convert
Share.