Primeiro caso de AIDS documentado no Brasil

0
Powered by Rock Convert

Um executivo homossexual norte-americano, residente no Brasil há 14 anos, mas que viajava constantemente para o exterior, inclusive para a África, onde pode ter sido infectado, foi o primeiro caso de AIDS documentado no Brasil, em novembro de 1981. Este dado comprova a tese de que o vírus entrou no país através de integrantes de grupo de risco, pertencentes à classe média, e que estiveram pelo menos uma vez no exterior. A primeira ocorrência no Brasil foi registrada por um médico carioca, dr. Carlos Leite, diagnosticista e frofessor de Clínica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e um dos 14 médicos brasileiros membros do American College of Physicians. Em novembro de 1981, esse médico começou a tratar do paciente H.A.L., um homossexual norte-americano há 14 anos residente no Brasil, que procurou sua clínica em Ipanema por causa de infecções repetitivas do canal auditivo (otites), e posteriormente com reincidências de herpes zooster. Finalmente, a doença evoluiu para um caso de linfoma cerebral (um tumor normalmente de ocorrência muito rara, mas freqüente em casos de AIDS) que ocasionou a morte do paciente em março de 1983. H.A.L trabalhava numa empresa multinacional norte-americana no Brasil e viajava constantemente para a Europa, Estados Unidos e também para a África, onde possivelmente foi infectado pelo vírus da AIDS, devido à sua preferência por parceiros negros.

oexploradorPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Share.