O primeiro arranha-céu da América do Sul

0
Powered by Rock Convert

 

Depois de muitas negociações, o governo federal vai leiloar o Edifício A Noite, prédio histórico da Praça Mauá, no Centro do Rio, conhecido por ser o primeiro arranha-céu da América do Sul. O edifício histórico foi avaliado em R$ 90 milhões e deve ir a leilão em agosto.

 

O imóvel é um divisor de épocas na região e também um marco da arquitetura da cidade. Quando foi inaugurado, em 1929, sua modernidade contrastava com a vizinhança mais antiga.

No edifício Joseph Gire funcionava o jornal “A Noite” – nome que ganhou fama e sobreviveu a muitas transformações.

Tapumes e sinais de abandono escondem um passado de glória. Estrelas da Rádio Nacional, como Francisco Alves, Dalva de Oliveira, Emilinha Borba e Cauby Peixoto brilharam no local.

Agora, A Noite se prepara para uma nova etapa: o prédio faz parte de uma lista de mais de três mil imóveis da União que devem ser vendidos à iniciativa privada.

oexploradorPowered by Rock Convert

Peritos fizeram uma vistoria nos amplos salões e corredores.

Em maio, foi desmontado um dos últimos espaços históricos do edifício. Foi lá onde funcionou o estúdio de Rádio Teatro da Rádio Nacional, que produziu inúmeros programas de sucesso entre os anos 1940 e 1960.

Na última década, apenas alguns andares vinham sendo ocupados por instituições federais. Com a vistoria, o prédio foi liberado e deve ser leiloado em agosto.

 

Lei federal

Uma lei federal sancionada em junho permitiu a venda do patrimônio mal aproveitado. O governo federal alega que A Noite tem um alto custo de manutenção: R$ 300 mil por mês — assim como dezenas de bens públicos no Centro do Rio, que também devem ser leiloados.
Quem comprar não vai levar apenas um pedaço de história, mas também uma vista impagável para os museus da Praça Mauá e a Baía de Guanabara.

(Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/07/03 – RIO DE JANEIRO / NOTÍCIA / Por Carlos de Lannoy, RJ2 – 

Powered by Rock Convert
Share.