Giampiero Boniperti, ex-atacante da Juventus, foi um dos maiores jogadores da história da seleção da Itália, era presidente honorário da Juventus e uma das maiores lendas do clube italiano

0
Powered by Rock Convert

Ídolo da Juventus, ex-atacante conquistou cinco títulos com a Velha Senhora entre as décadas de 40 e 60 e foi o maior artilheiro do clube por mais de 40 anos

 

Lenda da Juve

 

Giampiero Boniperti (Barengo, 4 de julho de 1928 – Turim, 18 de junho de 2021), ex-jogador e ex-atacante da Juventus, foi um dos maiores jogadores da história da seleção da Itália, era presidente honorário da Juventus e uma das maiores lendas do clube italiano.

 

Boniperti passou toda a sua carreira como jogador na Juventus, ganhando cinco títulos da Série A e dois da Copa Itália entre 1946 e 1961. Com os atacantes John Charles e Omar Sivori, ele fez parte do ‘Trio Mágico’ do clube.

 

Boniperti, defendeu somente a Juve ao longo de sua carreira. Entre 1946 e 1961, o ex-jogador balançou as redes 188 vezes em 469 partidas disputadas, além de ter vencido sete títulos, como cinco Campeonatos Italianos.

 

Em Turim, Boniperti formou ao lado do galês John Charles e do ítalo-argentino Omar Sívori o histórico “Trio Mágico”, que encantou a Itália entre as décadas de 1950 e 1960.

 

Boniperti foi o artilheiro de todos os tempos da Juve por mais de 40 anos, até que Alessandro Del Piero quebrou seu recorde de 182 gols em 2006. Ele também foi eleito o artilheiro da Série A na temporada 1947/48 por seus 27 gols. Ele se aposentou em 1961 e tornou-se presidente honorário da Juve dez anos depois.

Pela seleção da Itália, Boniperti marcou oito gols em 38 jogos e disputou as Copas do Mundo de 1950 e 1954. Ele também participou das Olimpíadas de 1952 com a Azzurra.

Depois de ter pendurado as chuteiras, o ex-camisa número 10 foi presidente da Velha Senhora entre 1971 e 1990. Na Juve, Boniperti ainda cumpriu a função de diretor administrativo e era presidente honorário do clube desde 2006.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Giampiero Boniperti que completaria 93 anos em 4 de julho, faleceu em 18 de junho de 2021, aos 92 anos de idade, na cidade de Turim, no norte do país, em função de uma insuficiência cardíaca.

“A emoção que todos sentimos neste momento não nos impede de pensar nele com carinho, por tudo o que o nosso presidente foi e sempre será na história da Juventus. Uma figura indelével, que está entregue à memória, apesar de estar na história do futebol há algum tempo, porque quando você expressa um pensamento, e esse pensamento passa a fazer parte do DNA do clube ao qual você dedicou sua vida, significa que seu personagem se tornou sua identidade e seu jeito de ser”, escreveu a Juventus.

Boniperti recebeu homenagens de diversos grandes nomes do futebol italiano, principalmente da Juventus. O ex-técnico Giovanni Trapattoni, que teve duas passagens como treinador da Velha Senhora, disse à ANSA que a morte do ex-atleta é um “golpe no coração”.

“Giampiero Boniperti era como um pai para mim, devo muito a ele, se não tudo. A notícia da sua morte é um golpe no coração para mim. Por trás daquela aparência de dureza, que era apenas rigor ético e querer ser exigente com os outros e consigo mesmo, havia um presidente pronto para te ensinar e apoiar, mesmo nas derrotas”, declarou o ex-comandante.

Dino Zoff, goleiro da Juve nas seis ligas italianas conquistadas com Trapattoni no banco e Boniperti como presidente, lembrou do lendário ex-jogador do clube de Turim.

“Foi uma parte importante da minha vida e da Juve, diria que foi ele quem criou o estilo do clubes pelas regras, métodos e dedicação. Ele foi um grande jogadore presidente, um símbolo daquele futebol que certamente era diferente”, declarou ex-goleiro.

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo – NOTÍCIAS / MUNDO / por (ANSA) / fornecido por Microsoft News – 19/06/2021)

(Fonte: https://ge.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia – FUTEBOL / FUTEBOL INTERNACIONAL / Por Redação do ge — Turim, Itália – 18/06/2021)

Powered by Rock Convert
Share.