Foi a primeira fabricante de motos a usar túnel de vento na história da indústria da motocicleta

0
Powered by Rock Convert

Moto Guzzi, inovadora, marca italiana foi a primeira fabricante de motos a usar túnel de vento ainda na década de 1950

 

Primeiro túnel de vento da história da indústria da motocicleta

 

A italiana Moto Guzzi completa um século de existência em 2021. A Società Anonima Moto Guzzi, fundada em 15 de março de 1921 na cidade de Gênova, pelos amigos Carlo Guzzi e Giorgio Parodi, comemora a data cheia de energia e vivendo um bom momento.

 

Conseguiu renovar sua linha de motocicletas, com modelos que vão das clássicas V7 à bigtrail TT85, com recursos técnicos de última geração, mas sem perder seu estilo e autenticidade, como o motor de dois cilindros em “V” transversal e a transmissão final por eixo-cardã.

 

A Moto Guzzi hoje faz parte do grupo Piaggio, o mesmo que criou a Vespa e detém marcas como Aprilia e Derbi. “Capacidade de inovação, ousadia, espírito competitivo, amor pelo produto e atenção à qualidade da produção são qualidades que ao longo dos anos fortaleceram a marca”, declarou o CEO e presidente do grupo, Roberto Colaninno.

 

A marca já não está mais oficialmente no Brasil, mas chegou a ser vendida por aqui nos anos de 1990 e início dos anos 2000. Os modelos da Moto Guzzi, principalmente mais antigos, são raros e cobiçados e cobiçados por aqui – uma rara Airone 250 cc da década de 1940 chega a valer em torno de R$ 50 mil.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Caso da lendária moto de corrida Otto Cilindri de 1955, equipada com um motor de oito cilindros em “V”, compacto como um quatro cilindros, que atingia incríveis 285 km/h. O modelo foi desenvolvido no primeiro túnel de vento da história da indústria da motocicleta.

 

8 Cilindri GP 500 (1955-1957)

(Imagem: Divulgação /Cycle World) – Otto Cilindri: Moto Guzzi V8 Grand Prix Racer- Guzzi V8 Racing

 

O modelo exposto, de 1957, é uma reestilização do original de 1954, do engenheiro Giulio Cesare Carcano. A produção de uma segunda versão era o sonho de longa data da Carcano, que se tornou realidade em 1957 e a moto de corrida Moto Guzzi mais famosa de todos os tempos. Assim, a versão final do famoso motor em V a 90 graus, quatro tempos e oito cilindros com uma 498,5 cc de capacidade se tornou um ícone na história do motociclismo. Seu motor, potente e moderno para a época, atingia uma velocidade máxima de 275 km/h.

(Fonte: https://www.uol.com.br/carros/colunas/infomoto/2021/05/29 – CARROS / COLUNAS / INFOMOTO / por Arthur Caldeira / Colunista do UOL – 29/05/2021)

Powered by Rock Convert
Share.