Chuck Yeager, lenda da aviação e piloto de caça da Segunda Guerra Mundial, foi a 1ª pessoa a quebrar a barreira do som

0
Powered by Rock Convert

Chuck Yeager, piloto que rompeu a barreira do som

 

 

Yeager registrou mais de 10 mil horas no ar.
(Master Sgt. Jason W. Edwards / US AIR FORCE / AFP)

 

 

Voo histórico foi em 1947

 

Atingiu velocidade de 1.215 km/h

 

 

Ás da Segunda Guerra Mundial, ele era general da Força Aérea norte-americana

 

Charles Elwood “Chuck” Yeager (Myra, Virgínia, 13 de fevereiro de 1923 – Los Angeles, 7 de dezembro de 2020), piloto norte-americano, lenda da aviação e piloto de caça da Segunda Guerra Mundial, foi a 1ª pessoa a quebrar a barreira do som.

 

Yeager foi a primeira pessoa a voar mais rápido do que a velocidade do som, em 1947, e sua façanha entrou para o Guiness Book.

 

Em 14 de outubro 1947, Yeager, então um capitão de 24 anos, voou a mais de 1.215 km/h, fato considerado um grande marco da aviação.

 

Depois do voo, ele afirmou que poderia ter ido ainda mais rápido se o avião tivesse transportado mais combustível.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Yeager nasceu em uma pequena cidade da Virgínia, nos Estados Unidos. Alistou-se na Força Aérea do Exército em 1941, aos 18 anos de idade.

 

Trabalhou como mecânico de aeronaves e piloto até seguir para a Europa para combater as forças nazistas na 2ª Guerra Mundial. Teve 12 vitórias em combate certificadas pelo comando militar dos EUA, que o nomeou como “ás em um dia” por ter derrubado 5 aviões inimigos em uma única missão.

 

Na inauguração de sua estátua de bronze, o historiador Jim Young, afirmou que Yeager era um herói. “Em uma era de heróis feitos pela mídia, ele é o verdadeiro negócio”.

 

Contribuição brilhante

Yeager iniciou carreira aos 18 anos, quando se alistou na Força Aérea do Exército, em 1941. Ele trabalhou como mecânico de aeronaves e piloto antes de seguir para a Europa na Segunda Guerra Mundial. Depois, ele entrou para a escola de pilotos de testes, onde foi selecionado dentre os 125 pilotos para voar no X-1.
Em 1947, Yeager, já capitão com 24 anos, voou com um avião Bell X-1 laranja em forma de bala a mais de 1.062 km/h e foi a primeira pessoa a quebrar a barreira do som — na época, um marco assustador da aviação. Ele voou por mais de 60 anos, em mais de 150 aeronaves militares, registrando mais de 10 mil horas no ar.
Yeager se tornou uma celebridade nacional após a publicação do livro “The Right Stuff”, de Tom Wolfe, em 1979, que falava sobre os pilotos de testes envolvidos na pesquisa aeronáutica de alta velocidade. Quatro anos depois, o livro foi adaptado para um filme, traduzido em português para “Os Eleitos”, em 1983. Na cena de abertura, Yeager foi retratado quebrando a barreira do som.

Em 2016, aos 93 anos, Yeager se tornou uma espécie de sensação da internet ao usar o Twitter para responder a perguntas do público. A graça estava no fato de que as respostas, muitas vezes, eram curtas e bruscas, como quando o perguntaram o que ele achava da lua. Ele respondeu: “Bem, a lua está lá”.

Em sua autobiografia, intitulada “Yeager: An Autobiography”, Chuck escreveu: “Viver até uma velhice madura não é um fim em si mesmo. O truque é aproveitar os anos restantes”.

 

“Eu ainda não fiz tudo, mas, quando eu morrer, não terei perdido muito”, escreveu.

 

Yager faleceu em um hospital na cidade de Los Angeles, Califórnia, Estados Unidosem 7 de dezembro de 2020, aos 97 anos.

 

O diretor da Nasa, a agência espacial norte-americana, Jim Bridenstine, lamentou a “enorme perda” e elogiou o “caráter pioneiro e inovador” de Yeager.

“A coragem de Chuck e suas façanhas são um testamento de sua força permanente, que o tornou um verdadeiro americano. O trabalho da Nasa deve muito à contribuição brilhante dele à ciência aeroespacial”, afirmou em um comunicado.

(Fonte: https://www.poder360.com.br/internacional – INTERNACIONAL / por PODER360 – 08.dez.2020)

(Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/mundo/noticia/2020/12 – MUNDO / ESTADOS UNIDOS – 08/12/2020)

Powered by Rock Convert
Share.