Sílvio de Azevedo Heck, almirante e ministro da Marinha no governo Jânio Quadros

0
Powered by Rock Convert

 

 

 

 

 

Sílvio de Azevedo Heck (Rio de Janeiro, 30 de outubro de 1905 – Rio de Janeiro, 5 de julho de 1988), almirante e ministro da Marinha no governo Jânio Quadros, um radical de direita que participou de todas as conspirações golpistas a partir da década de 50. Heck tentou derrubar Juscelino Kubitschek e impedir a posse de João Goulart, quando Jânio renunciou, sugerindo em seu lugar um triunvirato militar, do qual faria parte.

Apoiou a derrubada de Goulart, mas acabou rompendo com o presidente Castello Branco, a quem acusava de ser extremamente tolerante com os adversários. Em seu último pronunciamento político, em 1981, criticou as manifestações em favor da convocação de uma Assembleia Constituinte.

Sílvio Heck morreu dia 5 de julho de 1988, aos 82 anos, de insuficiência respiratória, no Rio de Janeiro.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

(Fonte: Veja, 13 de julho, 1988 – Edição 1036 – DATAS – Pág; 83)

 

 

 

 

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.