Robert Loggia, ator de filmes como “Scarface”, “Quero ser grande” e “Independence day”

0

Americano foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante em 1985

Robert Loggia no filme 'An evergreen Christmas', de 2014 (Foto: Divulgação)

Robert Loggia no filme ‘An evergreen Christmas’, de
2014 (Foto: Divulgação)

Robert Loggia (Nova York, 3 de janeiro de 1930 – 4 de dezembro de 2015), ator de filmes como “Scarface”, “Quero Ser Grande” e “Independence Day”

Nascido em Nova York, em janeiro de 1930, filho de imigrantes italianos, Loggia foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante pelo filme “O Fio da Suspeita”, de 1985. Ele também foi indicado duas vezes ao prêmio Emmy.

Loggia atuou em mais de 60 filmes e foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante por “O Fio da Suspeita” (1985), estrelado por Glenn Close e Jeff Bridges.

O ator, que também possui um extenso currículo na televisão, foi indicado duas vezes ao prêmio Emmy, por suas atuações nas séries “Mancuse, FBI” (1989) e “Malcolm” (2000).

Em “Quero Ser Grande”, na pele do empresário MacMillan, Loggia protagonizou aquela que talvez seja a sua cena mais famosa nas telas, ao tocar um piano gigante com pés ao lado do ator Tom Hanks em uma loja de brinquedos.

Robert Loggia dança tocando piano com Tom Hanks em "Quero Ser Grande" (1988) - (Foto: Reprodução)

Robert Loggia dança tocando piano com Tom Hanks em “Quero Ser Grande” (1988) – (Foto: Reprodução)

 

Robert Loggia, ator de 'Independence day' e 'Scarface' (Foto: www.cinefania.com/ Divulgação)

Robert Loggia, ator de ‘Independence day’ e ‘Scarface’ (Foto: www.cinefania.com/ Divulgação)

Ele interpretou os personagens Frank Lopez em “Scarface” (1983), General William Grey em “Independence Day” (1996) e MacMillan em “Quero Ser Grande” (1988).

Robert Loggia (à direita) no filme 'Scarface' (Foto: Divulgação)

Robert Loggia (à direita) no filme ‘Scarface’ (Foto: Divulgação)

Robert Loggia morreu aos 85 anos, em 4 de dezembro de 2015.

(Fonte: http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2015/12 – CINEMA – NOTÍCIA – Do G1, em São Paulo – 04/12/2015)

Share.