Reni Santoni, estrela de filmes como Stallone: Cobra, Dirty Harry, Dr. Doolittle, 28 Dias, entre outros

0
Powered by Rock Convert

O COZINHEIRO POPPI

Estrela de filmes como Stallone: Cobra, Dirty Harry, Dr. Doolittle, 28 Dias, Seinfeld entre outros

 

 

Reni Santoni (21 de abril de 1939 – 1º de agosto de 2020), ator que participou de filmes como “Stallone: Cobra” (1986) e da série “Seinfeld”.

 

Além de interpretar o parceiro de Sylvester Stallone no filme de ação e o pizzaiolo Poppie na série cômica, Santoni também esteve no primeiro filme da série “Dirty Harry”, “Perseguidor Implacável” (1971), estrelada por Clint Eastwood.

  

Santoni fez uma longa carreira no cinema. A estreia se deu com o filme Strangers in the City (1962). Na década de 1970, brilhou em Dirty Harry. Deu vida ao sargento Tony Gonzales, parceiro de Sylvester Stallone em Cobra (1986). Ao lado de Eddie Murphy, atuou na comédia Dr. Doolittle (1998). Trabalhou ainda com Sandra Bullock no longa 28 Dias (2000).

 

O nova-iorquino Santoni era mais conhecido como autor de peças de vanguarda, do circuito off-Broadway, quando interpretou um viciado em “O Homem do Prego” (1964), de Sidney Lumet, em seu primeiro papel de destaque no cinema.

 

Ele virou protagonista logo em seguida, em “Onde Começa o Sucesso” (1966), de Carl Reiner. Baseado num livro de Reiner já levado ao teatro, o filme trazia Santoni como um jovem aspirante a ator, que era escolhido para um trabalho mesmo sem ter experiência.

 

O desempenho foi elogiado pelo célebre e exigente crítico Rober Ebert, mas o filme em geral foi considerado muito fraco, impedindo maior projeção para Santoni, que voltou a viver coadjuvantes em seus trabalhos seguintes, como “A Batalha de Anzio” (1968) e “A Revolta dos Sete Homens” (1969).

Um de seus papéis de coadjuvante mais lembrados foi Chico, o parceiro novato do detetive “Dirty” Harry Callahan (Clint Eastwood) no policial clássico “Perseguidor Implacável” (Dirty Harry, 1971). Na trama, ele era emparelhado com o policial durão após o parceiro anterior de Callahan ser baleado, e era sempre ridicularizado por ser um “garoto da faculdade” – tinha nada menos que um diploma em sociologia.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Anos mais tarde, Santoni virou parceiro até de Sylvester Stallone em “Stallone: Cobra” (1986). Atuou também como carcereiro do delinquente Sean Penn em “Juventude em Fúria” (1983). E fez muitas comédias, voltando a se juntar ao diretor Carl Reiner em dois filmes: “Cliente Morto Não Paga” (1982), estrelado por Steve Martin, e “Aluga-se para o Verão” (1985), com John Candy. Ele ainda contracenou com Candy no sucesso “Chuva de Milhões” (1985), de Walter Hill, com Robert Downey Jr. em “O Rei da Paquera” (1987), e com Michael J. Fox em “Nova York – Uma Cidade em Delírio” (1988), entre outras produções.

 

Paralelamente, fez muitas participações em séries, incluindo “Havaí 5-0”, “As Panteras”, “Miami Vice” e “CHiPs”, além de ter integrado o elenco fixo de “Manimal” e interpretado papéis recorrentes em “Owen Marshall: Counselor at Law”, “Chumbo Grosso” (Hill Street Blues), “Midnight Caller”, “Nova Iorque Contra o Crime” (NYPD Blue), “O Desafio” (The Practice) e principalmente “Seinfeld”. Ele apareceu quatro vezes em “Seinfeld” como Poppie, gerente um restaurante italiano que enojava Jerry por não lavar as mãos após ir ao banheiro e mexer na massa.

 

Fora das telas, Santoni teve um longo relacionamento romântico com a atriz Betty Thomas. Os dois se conheceram nos bastidores de “Chumbo Grosso”. Quando Thomas virou diretora, ele acabou aparecendo em pequenos papéis nos cinco primeiros filmes dela – “O Paraíso te Espera” (1992), “A Família Sol, Lá, Si, Dó” (1995), “O Rei da Baixaria” (1997), “Dr. Dolittle” (1998) e “28 Dias” (2000).

 

Seus últimos trabalhos foram nas séries “CSI”, “Grey’s Anatomy”, “Raising the Bar” e “Franklin & Bash”.

Seu último trabalho foi na série “Franklin & Bash”, em 2012.

Reni Santoni faleceu em 1º de agosto de 2020 aos 81 anos. Ele estava internado em Los Angeles após anos com problemas de saúde.

Entre os problemas enfrentados pelo ator estava um câncer.

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2020/08/03 – POP & ARTE / CINEMA / NOTÍCIA / Por G1 – 03/08/2020)

(Fonte: https://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv – ENTRETENIMENTO / FAMOSOS E TV / Do R7 – 03/08/2020)

(Fonte: https://www.terra.com.br/diversao/gente – DIVERSÃO / GENTE / FAMOSOS / PIPOCA MODERNA / Por Marcel Plasse – 4 AGO 2020)

(Fonte: https://spinoff.com.br – ENTRETENIMENTO / FAMOSOS / Por Jorge Santana – 5 de agosto de 2020)

(Fonte: Zero Hora – ANO 57 – N° 19.781 – 5 AGOSTO 2020 – MEMÓRIA / TRIBUTO – Pág: 23)

Powered by Rock Convert
Share.