“Pensar envolve não apenas o fluxo dos pensamentos, mas também a captura deles.” Walter Benjamin (1892-1940), propôs à importância a reflexão sobre a noção de autoria e sobre o próprio conceito de obra de arte

0
Powered by Rock Convert

Walter Benjamin (Berlim, 15 de julho de 1892 – Portbou, 27 de setembro de 1940), filósofo alemão que propôs na década de 1930 à importância a reflexão sobre a noção de autoria e sobre o próprio conceito de obra de arte. Quando lançou um de seus principais textos, “A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica”.

Nascido em 15 de julho de 1892, Benjamin cruzou referências aparentemente diversas – como as ideias Marx e Hegel, a obra de Brecht e o misticismo judaico – para criar sua própria e profunda visão da teoria estética. Abordou temas concretos da literatura, da arte, das técnicas e da vida social. Analisou (e, em muitos casos, traduziu para o alemão) obras de Baudelaire e Proust.

Benjamin também costuma ser associado à Escola de Frankfurt, à qual também estiveram vinculados nomes como Theodor Adorno e Herbert Marcuse. O filósofo morreu ao fugir do regime nazista, em 1940. A frase reproduzida (“Pensar envolve não apenas o fluxo dos pensamentos, mas também a captura deles”) é do texto “Teses Sobre o Conceito de História” (1940).

(Fonte: Zero Hora – ANO 50 – N° 17.446 – Almanaque Gaúcho / Por Ricardo Chaves – 15 de julho de 2013)

Share.