Mort Walker, foi responsável pela criação do personagem ‘Recruta Zero’, recruta universitário folgado do exército americano

0
Powered by Rock Convert

Mort Walker, o criador do Recruta Zero

Walker, que desenhou a tirinha diária por 68 anos

 

O cartunista Mort Walker desenha o ‘Recruta Zero’ em foto de 1993 — (Foto: Ray Fairall/Associated Press)

 

 

 

Addison Morton Walker (El Dorado, Kansas, 3 de setembro de 1923 – Stamford, 27 de janeiro de 2018), cartunista e quadrinista, foi responsável pela criação do personagem ‘Recruta Zero’. A tirinha do recruta preguiçoso foi publicada diariamente durante 68 anos por Walker, mais do que qualquer outro cartunista americano, em mais de 50 países, incluindo o Brasil.

 

Beetle Bailey, a HQ sobre o recruta universitário folgado do exército americano, criada em 1950, foi a primeira tira de Walker e é seu trabalho mais famoso. Walker desenhou a tira por 68 anos, mais do que qualquer outro artista americano na história dos quadrinhos. Recruta Zero deu origem a outra tira, Hi & Lois, que Walker criava em colaboração com Dik Browne.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

 

A estreia do “Recruta Zero” (“Beetle Bailey”, em inglês) foi em 1950, e a tirinha alcançou 200 milhões de leitores em 1,8 mil jornais em mais de 50 países, incluindo o Brasil.

 

Zero é um recruta preguiçoso que é perseguido no Exército, mas sempre encontra uma forma de escapar do trabalho.

A tirinha foi licenciada para livros, televisão, jogos e brinquedos e chegou a virar até selo do serviço postal americano em 2010.

 

Os filhos Brian and Greg, que auxiliam Walker em seu trabalho desde a década de 1970, continuarão a produzir a tirinha diária, segundo o “Washington Post”.

A tira de Zero está em 1.800 jornais ao redor do mundo, distribuída pelo King Features Syndicate. Nestas seis décadas, Walker não só passou desenhando Zero, mas também escrevendo livros sobre a técnica dos quadrinhos e tendo iniciativas como o National Cartoon Museum – cuja coleção hoje está na Ohio State University.

 

Os filhos de Mort, Brian e Greg, que o auxiliavam na produção das tiras, irão continuar o trabalho do pai.

Walker morreu em sua casa, em Stamford, Connecticut, de pneumonia, aos 94 anos.

A morte foi confirmada pelo presidente da Sociedade Nacional de Cartunistas dos Estados Unidos, Bill Morrison.

(Fonte: https://especiais.g1.globo.com/retrospectiva/2018 – RETROSPECTIVA / Por G1 – 
(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/noticia – POP & ARTE / NOTÍCIA / Por G1 – 
(Fonte: https://www.omelete.com.br/quadrinhos – QUADRINHOS / HQ/LIVROS / NOTÍCIA / Por MARCELO HESSEL – 27.01.2018)
Powered by Rock Convert
Share.