“Minha alma é como um pastor,/ Conhece o vento e o sol/ E anda pela mão das Estações/ A seguir e a olhar.” Fernando Pessoa (1888-1935), poeta português, uma das figuras mais singulares e complexas da literatura portuguesa em todos os tempos

0

Minha alma é como um pastor,/ Conhece o vento e o sol/ E anda pela mão das Estações/ A seguir e a olhar.”

Fernando Pessoa (1888-1935), poeta português, uma das figuras mais singulares e complexas da literatura portuguesa em todos os tempos.

(Fonte: Revista Caras, 27 de julho de 2018 – ANO 25 – N° 30 – Edição 1290 – Citações – Pág: 35)

Share.