João Felício, ex-presidente da Apeoesp, da CUT e da Confederação Sindical Internacional

0
Powered by Rock Convert

João Felício, ex-presidente da Apeoesp, da CUT e da Confederação Sindical Internacional

 

Professor de História da Arte na rede pública estadual, em São Paulo

 

 

João Felício (Itapuí, novembro de 1950 – 19 de março de 2020), professor, ex-presidente da CUT, que de 2014 a 2018 comandou também a Confederação Sindical Internacional (CSI).

 

Durante três mandatos, Felício foi presidente do Sindicato dos Professores no Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). Dirigente da CUT, tornou-se presidente em 2000, até 2003. Chegou a exercer temporariamente a direção em 2005, quando Luiz Marinho foi para o ministério do governo Lula. Em 2014, elegeu-se para o comando da CSI – o primeiro brasileiro e latino-americano nessa função.

 

Felício transmitiu o cargo em 2018 para o nigeriano Ayuba Phlipus Wabba. Insistia na necessidade de acompanhar o processo de globalização da economia.

 

Nascido em Itapuí, no interior paulista, Felício completaria 70 anos em novembro. Em 1972, conclui curso de Desenho e Plástica, Educação Artística e História da Arte na Fundação Educacional de Bauru, e no ano seguinte começou a trabalhar como professor na rede pública estadual. Ao participar das mobilizações dos professores, nos anos 1970, integrou o comando de greve e foi do conselho de representantes, até chegar à direção da Apeoesp, eleito presidente pela primeira vez em 1987.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Felício também foi secretário sindical do PT. No final do ano passado, assumiu a coordenação da Articulação Sindical, substituindo Sérgio Nobre, eleito para a presidência da CUT.

 

Felício faleceu em 19 de março de 2020, aos 69 anos. Ele lutava contra um câncer no pâncreas.

Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Sérgio lamentou a perda. “Uma grande liderança, um sábio, grande conselheiro, lutador incansável pela democracia, pelos direitos da classe trabalhadora”, afirmou, destacando o “momento tenebroso” que o país vive.

(Fonte: Zero Hora – ANO 56 – N° 19.664 – 20 DE MARÇO de 2020 – TRIBUTO / MEMÓRIA – Pág: 35)

(Fonte: https://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2020/03 – TRABALHO / São Paulo / Por Redação RBA – 19/03/2020)

Powered by Rock Convert
Share.