“Já podemos estabelecer mapas genéticos que são verdadeiras carteiras de identidade. Restam-nos alguns anos felizes antes de sermos capazes de manipular o genoma humano.” Jacques Testart, médico francês.

0
Powered by Rock Convert

 

Os genes são os comandos que fazem o organismo funcionar. Se a Genética completar o mapa deles no corpo, terá à mão um manual de instruções da criação. Tanto poder assusta os cientistas.

 

“Já podemos estabelecer mapas genéticos que são verdadeiras carteiras de identidade. Restam-nos alguns anos felizes antes de sermos capazes de manipular o genoma humano.” Jacques Testart, médico francês.

“O fato de podermos “ler” o genoma humano não implica necessariamente em que possamos “compreendê-lo.” Daniel Cohen, geneticista francês.

“Estou convicto de que mapear o genoma humano não representa risco nenhum.” Renato Dulbecco (1914-2012), virologista italiano.

“A grande revolução da engenharia genética é que o homem não é só dono da natureza, mas também pode criar um ser vivo. Ele passou a ser proprietário dos mecanismos íntimos da criação.” Daniel Borrillo, advogado italiano especializado em Bioética.

“O organismo é um conjunto de características emergentes baseadas numa interação não-linear entre os genes. Portanto, ele não pode ser reconstruído simplesmente a partir da lista de genes e de suas ações.” Stephen Jay Gould (1941-2002), paleontólogo e ensaísta americano.

“Como qualquer organismo vivo, o ser humano está geneticamente programado para aprender. No momento em que nasce, lhe é oferecido pela natureza todo um leque de possibilidades.” François Jacob (1920-2013), bioquímico francês.

“Descobri o peso da herança genética dos Hemingway. Sou epiléptica, tive problemas com álcool e distúrbios alimentares. Por causa da dislexia não conseguia ler scripts.” Margaux Hemingway (1955-1996), atriz americana, neta do escritor Ernest Hemingway.

(Fonte: Super Interessante – ANO 12 – Nº 11 – Novembro de 1998 – Dito & Feito – Pág; 114)

Share.