Harley Earl, designer automotivo, o primeiro executivo de alto escalão a ser nomeado para design de uma grande corporação da história americana

0
Powered by Rock Convert

Harley Earl, estilista que fez carros Lon e Low

Muitas inovações foram creditadas ao designer que começou na área de carruagens

 

Harley Jarvis Earl (Hollywood, Califórnia, 22 de novembro de 1893 – Palm Beach, Califórnia, 10 de abril de 1969), foi um designer automotivo e executivo de negócios americano. Ele foi o chefe designado de design da General Motors, mais tarde se tornando vice-presidente, o primeiro executivo de alto escalão a ser nomeado para design de uma grande corporação da história americana.

 

Ele foi um designer industrial e um pioneiro do design moderno de transporte. A fabricante de carrocerias de profissão, Earl pioneira no uso de esboço de forma livre e modelos de barro esculpido mão como design automotivo técnicas. Posteriormente, ele apresentou o “carro-conceito” como uma ferramenta para o processo de design e um dispositivo de marketing inteligente.

 

O Buick Y-Job de Earl foi o primeiro carro-conceito. Ele iniciou o “Projeto Opel”, que mais tarde se tornou o Chevrolet Corvette, e autorizou a introdução do tailfin no estilo automotivo. Durante a II Guerra Mundial, ele contribuiu ativamente para o programa de pesquisa e desenvolvimento dos Aliados no avanço da eficácia da camuflagem.

Harley J. Earl nasceu em 22 de novembro de 1893 em Hollywood, Los Angeles, na Califórnia. Seu, pai, J. W. Earl, começou a trabalhar com uma empresa de carroçarias em 1889. Mais adiante, deixou de trabalhar com veículos puxados a cavalos para personalizar peças e acessórios para automóveis, criando a Earl Automobile Works em 1908.

 

Earl (o filho) iniciou seus estudos na Stanford University, mas largou-os prematuramente para trabalhar e aprender com o pai. A essa altura, a empresa já estava construindo carrocerias personalizadas para estrelas de cinema de Hollywood, incluindo Roscoe “Fatty” Arbuckle e Tom Mix.

 

Harley J. Earl, então, acabou virando um designer industrial e um dos pioneiros no campo automotivo. Fabricante de carrocerias de profissão, Earl foi pioneiro também no uso de modelos de barro, esculpidos à mão, como técnica de design automotivo. Além disso, foi o primeiro a criar o “concept car”, ou “carro-conceito”, em português, como uma ferramenta no processo do design e um dispositivo de marketing muito inteligente e diferenciado.

 

Devido ao seu talento, Harley J. Earl acabou virando chefe do departamento de Design da General Motors, tornando-se, posteriormente, vice-presidente, o primeiro designer a ser nomeado para um alto cargo executivo em uma grande corporação norte-americana.

Harley Earl, criador do Buick Y-Job

Seu primeiro carro-conceito foi o Buick Y-Job (que tinha como único propósito verificar a reação do público a novas ideias de design), e seu primeiro projeto fora o “Project Opel”, que mais tarde se tornaria o Chevrolet Corvette. Earl também foi o responsável pela autorização na introdução do estilo “tailfin” automotivo, o famoso rabo-de-peixe. Também contribuiu muito no programa de pesquisa e desenvolvimento dos aliados, na Segunda Guerra Mundial, da eficácia da camuflagem.

 

Chevrolet Corvette 1953

 

General Motors

 

A Earl Automobile Works foi comprada por Don Lee, um revendedor Cadillac, que manteve Earl como diretor de carrocerias da empresa.

 

Lawrence P. Fisher, gerente geral da divisão Cadillac, foi visitar os concessionários e distribuidores da marca em todo o país, incluindo Lee. Fisher encontrou Earl na concessionária de Lee e observou-o trabalhar, ficando impressionado com os desenhos e métodos que ele utilizava, principalmente no tocante ao uso de massa de modelar para criar as formas de seus projetos.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Fisher incumbiu Earl de projetar o LaSalle 1927 para a Cadillac. O sucesso do veículo foi o suficiente para convencer o presidente da GM na época, Alfred P. Sloan, a criar uma seção chamada “Art and Color” na empresa, incluindo Earl como seu primeiro diretor. (Mais tarde seria renomeada como “Seção de Estilo”.)

 

Cadillac LaSalle 1927

 

Antes da criação da Seção de Artes e Cores, os fabricantes de automóveis americanos não atribuíam grande importância para a aparência das carrocerias dos automóveis; suas atenções estavam voltadas para funcionalidades e custos. Era muito comum, também, as fabricantes enviarem seus chassis para outras empresas de carrocerias à escolha do comprador.

 

Mas sua vida não foi tão fácil, pois executivos, engenheiros, chefes de divisão e de vendas da GM achavam suas ideias um tanto extravagantes e infundadas. Earl, então, lutou para legitimar sua abordagem de design contra o tradicionalismo das montadoras. E ele provou que estava certo, tanto que, como citamos anteriormente, acabou no cargo de vice-presidente da GM.

 

Harley Earl, ao lado de Alfred P. Sloan, implementou o que chamou de “Dynamic Obsolescence” (Obsolescência Dinâmica) e “Annual Model Change” (Mudança Anual de Modelo) para a promoção do design de suas criações como um motor para o sucesso do produto da empresa. Essas ideias são, em grande medida, utilizadas hoje, mas eram incomuns para a época.

 

Morte e Legado

 

Harley J. Earl se aposentou dos trabalhos da GM em 1958, depois de supervisionar os projetos dos modelos de 1959, mas não antes de tornar a GM a maior empresa do mundo, e seus projetos reconhecidos como líderes de vendas na indústria do automóvel. Earl sofreu um derrame e faleceu em West Palm Beach, Flórida, em 10 de abril de 1969. Ele tinha 75 anos.

 

Em uma seção especial, realizada em dezembro de 1999 no Detroit Free Press, Earl foi classificado como o terceiro artista mais significativo de Michigan do século 20, atrás de Aretha Franklin e Stevie Wonder.

(Fonte: http://www.classicshow.com.br – DESIGNER AUTOMOTIVO: CONHEÇA HARLEY J. EARL E SEU LEGADO – 14/09/2016)

 

 

 

 

(Fonte: https://www.nytimes.com/1969/04/11/archives – New York Times Company / ARQUIVOS / por O jornal New York Times /Arquivos do New York Times – 11 de abril de 1969)

O texto completo está disponível para este artigo de arquivo digitalizado. Os assinantes podem visualizar o texto completo deste artigo em sua forma original por meio da TimesMachine.
Powered by Rock Convert
Share.