Foi produtor executivo e co-apresentador de um dos primeiros programas de TV de notícias voltado ao público negro

0
Powered by Rock Convert

 

 

Greaves teve grande contribuição na cultura negra norte-americana.

William Greaves ( Harlem, Nova York, 8 de outubro de 1926 – Manhattan, 25 de agosto de 2014), cineasta e ex-apresentador de TV

A carreira de Greaves foi marcada por filmes e também pela contribuição com a cultura negra norte-americana. Em 1968, ele foi chamado para ser produtor executivo e co-apresentador do “Jornal Black”, um dos primeiros programas de TV de notícias voltado ao público negro. Por esse projeto, ele ganhou um Emmy em 1970.

Ele era famoso em seu país por lutar pelos negros e por seu inovador programa de notícias “Black Journal”, dirigido à comunidade afro-americana, que lhe rendeu um Emmy Awards em 1970.

Uma das produções mais conhecidas de Greaves foi “Ali, o Lutador”, um documentário sobre a luta entre Mohamed Ali e Joe Frazier em 1971.

Outras produções conhecidas de Greaves foram “The Fighters”, um documentário sobre a luta entre Mohamed Ali e Joe Frazier em 1971 e o filme “Symbiopsychotaxiplasm: Take One”, de 1968, que é um documentário dentro de um documentário no qual são usadas câmeras por todos os lados, e que chegou aos cinemas apenas em 2005.

William Greaves teve três filhos com Louise Greaves Archambault, com quem se casou em 1959.

oexploradorPowered by Rock Convert

William Greaves morreu aos 87 anos, no dia 25 de agosto de 2014, na casa dele em Manhattan.

 

(Fonte: http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2014/08 – POP & ARTE – Do G1, em São Paulo – 28/08/2014)

(Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2014/08/28 – NOTÍCIAS – Do UOL, em São Paulo – 28/08/2014)

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.