Evaristo de Macedo, ex-atacante do Barcelona e Real Madri

0
Powered by Rock Convert

 

 

 

Ídolo do Barça

Evaristo de Macedo, ex-atacante do Barcelona

Nascido no dia 22 de junho de 1933 na capital fluminense, Evaristo começou a carreira de jogador no Madureira em 1950. Dois anos depois, ele já estava no Flamengo, onde foi tricampeão carioca em 1953, 1954 e 1955.

Evaristo de Macedo jogou pelo Madureira, Flamengo, Barcelona e Real Madrid, sendo um dos melhores jogadores brasileiros em todos os tempos, consagrado também como um dos mais laureados treinadores do futebol brasileiro.

Nas décadas de 50 e 60, o ex-jogador brilhou nos dois principais clubes da Espanha: Barcelona (1957 a 1962) e Real Madri (1963 a 1965). Com a experiência de quem conhece muito bem a rivalidade e o modo de trabalho dos espanhóis.

Pelo Barcelona, Evaristo jogou 114 partidas, marcou 78 gols, conquistou os campeonatos espanhóis de 59 e 60, as Copas da Uefa de 58, 59 e 60 e é o maior artilheiro brasileiro da história do clube catalão. No Real, ele teve algumas contusões, mas conquistou os campeonatos espanhóis de 63, 64 e 65.

Na Seleção Brasileira, Evaristo estabeleceu um recorde. Foi o único jogador a marcar 5 gols em uma única partida pela Seleção.

Evaristo começou a sua carreira de técnico no America em 1967, onde foi campeão do Torneio Internacional Negrão de Lima, de onde saiu para o Fluminense em 1968.

Como técnico, ele dirigiu outras importantes equipes do futebol brasileiro. Algumas delas foram: Flamengo, Vasco da Gama, Bahia, Grêmio, Corinthians, Santa Cruz, Vitória, Atlético Paranaense e Cruzeiro.

Como técnico da Seleção Brasileira, Evaristo de Macedo não teve muito sucesso. Dirigiu a equipe em 1985, pouco antes das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1986, no México, mas acabou sendo substituído no cargo por Telê Santana.

oexploradorPowered by Rock Convert

Entretanto, três anos depois, ele viveu seu melhor momento como treinador e foi campeão brasileiro de 1988 dirigindo a equipe do Bahia.Ele dirigiu o time que foi campeão brasileiro. A equipe-base do Tricolor baiano tinha: Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir e Paulo Róbson; Paulo Rodrigues, Gil, Bobô e Zé Carlos; Charles e Marquinhos.

No Grêmio, ele foi campeão da Copa do Brasil com o Grêmio, justamente sobre o Flamengo, clube que defendeu como jogador.

 

(Fonte: http://esportes.terra.com.br/futebol/internacional/espanha/campeonato-espanhol – 009cb9259cfca410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD – ESPORTES – FUTEBOL – FUTEBOL INTERNACIONAL – CAMPEONATO ESPANHOL/ Por Fabio Azevedo Direto do Rio de Janeiro (RJ) – 9 de janeiro de 2015)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.