Entrou para a história como a primeira vítima fatal de um veículo automotor

0
Powered by Rock Convert

A história do primeiro acidente fatal de carro

 

O PRIMEIRO ACIDENTE FATAL DE AUTOMÓVEL NA HISTÓRIA OCORREU A 6 KM/H

 

 

Primeiro acidente fatal de carro matou a cientista Mary Ward. (FOTO: REPRODUÇÃO/AGE OF STEAM)

 

 

A cientista e pioneira Mary Ward foi morta, aos 42 anos, após cair de um veículo e ser atropelada por ele

 

 

Mary Ward era uma mulher à frente do seu tempo: cientista, criava filhos sozinha, além de publicar pesquisas inovadoras. Era astrônoma, microscopista e artista. Mas, infelizmente, entrou para a história como a primeira vítima fatal de um veículo automotor, em 31 de agosto de 1869.

 

 

 

Na época, Ward precisava de descanso e resolveu tirar férias no castelo de seu primo, a oeste de Dublin, na Irlanda. Foi junto com seus oito filhos. Alguém sugeriu dar um passeio de automóvel e ela aceitou.

 

 

 

Na época, carros eram basicamente brinquedos grandes, coisa rico. Graças às regras de velocidade em cidades (2 km/h), muitos de seus donos os usavam no campo, onde era possível andar a até 6 km/h.

 

Powered by Rock Convert

 

 

Foi num desses passeios que Mary morreu. Em uma curva acentuada, ela caiu do veículo e acabou esmagada pelas rodas

 

 

 

Mary chegou a ser atendida por um médico local, mas seu pescoço estava quebrado e a fratura se revelou fatal

 

 

 

Segundo uma matéria da revista The Atlantic, o acidente, que vitimou a cientista de 42 anos, interrompeu uma carreira que poderia ser ainda mais notável.

 

 

Mary foi homenageada em diversas instituições de ensino (na foto, uma bio no Somerville College, parte da Universidade de Oxford), que relembrou sua vocação para as ciências  — ela começou a colecionar borboletas aos 3 anos, e aos 8 localizou o cometa Halley com um telescópio

 

 

 

(Fonte: https://noticias.r7.com/hora-7/fotos – HORA 7 / Por Filipe Siqueira, do R7 – 10/09/2019)

Powered by Rock Convert
Share.