“É PRECISO QUE ADMINISTREMOS ECONOMICAMENTE O NOSSO TEMPO (…). O TEMPO É UM DOM DIVINO, OUTORGADO AO HOMEM PARA QUE O EXPLORE, SIM, A SERVIÇO DO PROGRESSO DA HUMANIDADE.” THOMAS MANN (1875-1955), escritor alemão, em “A Montanha Mágica” (1924), inspirou o alemão a escrever o romance que trata da decadência europeia no início do século XX.

0
Powered by Rock Convert

A pretexto das horas perdidas em reuniões inócuas realizadas no Fórum de Davos

É PRECISO QUE ADMINISTREMOS ECONOMICAMENTE O NOSSO TEMPO (…). O TEMPO É UM DOM DIVINO, OUTORGADO AO HOMEM PARA QUE O EXPLORE, SIM, A SERVIÇO DO PROGRESSO DA HUMANIDADE.” 

THOMAS MANN (1875-1955), escritor alemão, em “A Montanha Mágica” (1924), inspirou o alemão a escrever o romance que trata da decadência europeia no início do século XX.

(Fonte: Veja, 10 de fevereiro de 2016 – ANO 49 – Nº 6 – Edição 2464 – EPÍGRAFE DA SEMANA/ Por Loredano – Editado por Rinaldo Gama – Pág: 33)

 

 

 

 

A MONTANHA MÁGICA

Davos, na Suíça, inspirou o alemão Thomas Mann a escrever o romance A Montanha Mágica (1924), que trata da decadência europeia no início do século passado. Palco do Fórum Econômico Mundial, que terminou dia 23 de janeiro, Davos produziu agora uma montanha de platitudes, lugares-comuns e tautologias que dão uma noção precisa do pensamento simplório que tomou conta da maioria das lideranças mundiais na economia e na política. Uma seleção de 36 frases ditas pelos mais celebrados participantes do Fórum Econômico Mundial, feita pelos próprios organizadores, é prova dessa indigência. Tudo o que eles disseram que não é simplesmente bobagem já foi dito de forma mais bela, completa e profunda antes

 

Podemos sempre ir mais rápido do que pensamos ser possível.”

MEG WHITMAN, presidente e CEO da americana HP, empresa de tecnologia que fatura 110 bilhões de dólares por ano e tem presença planetária. A afirmação de Meg é um lugar-comum fossilizado…e, no caso, errado. Tentar avançar mais rápido do que efetivamente é capaz pode ser fatal para uma empresa

 

Não somos prisioneiros de um futuro predeterminado.”

JOHN KERRY, secretário de Estado americano. Em 1940, quando Kerry nem era nascido, o presidente americano Franklin Roosevelt disse: “Nem sempre podemos construir o futuro para nossa juventude, mas podemos construir a nossa juventude para o futuro.” Bastaria a Kerry ter citado Franklin

 

O melhor antídoto para o ódio é a tolerância.”

SHERYL SANDBERG, executiva de operações do Facebook. “Cristão, judeu, muçulmano, xamã, zoroastrista, pedra, terra, montanha, rio… Cada um tem uma maneira secreta de estar com o mistério, única e que não deve ser julgada”, disse o persa Rumi há oito séculos

 

A gente ouve falar muito sobre a internet das coisas. Acho que precisamos de uma internet das mulheres.”

CHRISTINE LAGARDE, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI). Clube digital da Luluzinha. Quanta pobreza! Margaret Thatcher, que morreu em 2013: “Se for para falar, chame um homem; se for para fazer, chame uma mulher

(Fonte: Veja, 10 de fevereiro de 2016 – ANO 49 – Nº 6 – Edição 2464 – PANORAMA – Veja Essa – Editado por Rinaldo Gama – “As pérolas são compiladas e coletadas da imprensa e da TV e recolhidas pelos jornalistas de VEJA” – Pág: 32/33)

Share.