“Cada minuto que passa é um milagre que não se repete.” FERNANDO PESSOA (1888-1935), foi um dos mais importantes poetas da língua portuguesa e figura central do Modernismo português, já se desdobrou em três outros: Ricardo Reis, Alberto Caeiro e Álvaro de Campos.

0
Powered by Rock Convert

Cada minuto que passa é um milagre que não se repete.”

FERNANDO PESSOA (1888-1935), foi um dos mais importantes poetas da língua portuguesa e figura central do Modernismo português, já se desdobrou em três outros: Ricardo Reis, Alberto Caeiro e Álvaro de Campos.

(Fonte: Zero Hora – Ano 45 – N° 15 806 – Almanaque Gaúcho / Por Olyr Zavaschi – 8 de dezembro de 2008 – Pág; 54)

Share.