A. Alfred Taubman, magnata que popularizou shoppings centers nos EUA, foi um pioneiro da indústria e fundador da Taubman Centers Inc.

0

Magnata que popularizou shoppings centers nos EUA

 

 

 

A. Alfred Taubman, foi um pioneiro da indústria e fundador da Taubman Centers Inc. (Foto: icsc / DIREITOS RESERVADOS)

 

 

 

Adolph Alfred Taubman (Pontiac, Michigan, 31 de janeiro de 1924 – Bloomfield Hills, Michigan, 17 de abril de 2015), milionário norte-americano, ex-presidente da casa de leilões Sotheby’s e foi um milionário corretor imobiliário conhecido por popularizar os shoppings de interior que se transformaram no século 20 em um pilar da cultura de consumo dos Estados Unidos e que foram exportados para o mundo todo, e, que também foi presidente da casa de leilões Sotheby’s entre 1983 e 2000, e ficou preso durante alguns meses em 2002 por conspirar para regular preços e roubar milhões de dólares de clientes.

 

Nascido em janeiro de 1924 em Michigan, Taubman aproveitou o crescimento econômico posterior à Segunda Guerra Mundial para lançar sua primeira companhia imobiliária em 1950, e em breve começou a pensar em como satisfazer as necessidades dos consumidores que viviam nos emergentes subúrbios das grandes cidades.

 

“Demograficamente, olhei para os números (de gente que se mudava para os subúrbios), e me dei conta de que não podíamos falhar. E não falhamos”, disse Taubman em 2007à rede de televisão “CNN”.

 

Seu primeiro centro comercial foi erguido em Flint, no estado do Michigan, onde inovou ao colocar as lojas ao fundo da área disponível e encher a frente de vagas para automóveis.

 

O sucesso desse modelo levou à construção dos primeiros grandes shoppings centers nas décadas de 1950 e 1960 em vários estados do país.

 

Em breve, os shoppings, onde os visitantes podiam estacionar seus automóveis e fazer compras em várias lojas sem sair do espaço fechado, se transformaram em um lugar favorito não só para o consumo, mas também para o lazer na sociedade americana.

 

A empresa Taubman Centers, que faz parte da companhia que Taubman fundou em 1950 e que agora é dirigida por seus filhos Robert e William, administra atualmente 19 shoppings em todo os Estados Unidos.

 

No final de março de 2015, o próprio Taubman acompanhou a inauguração em Porto Rico do “Mall of San Juan, projetado por sua companhia e que pretende ser o maior centro comercial de luxo do Caribe.

 

Em 1983, Taubman comprou a Sotheby’s, e em 2001 foi condenado por conspirar com Anthony Tennant, ex-presidente da casa de leilões Christie’s International, para fixar comissões e roubar ao redor de US$ 400 milhões de seus clientes.

 

Taubman pagou uma multa de US$ 7,5 milhões e passou nove meses na prisão entre 2002 e 2003, embora sempre tenha alegado inocência.

 

O magnata foi também conhecido por suas doações a um projeto de pesquisa sobre células-tronco na Universidade de Michigan, além da outros centros de educação superior e ao Instituto de Arte de Detroit.

Segundo a revista Forbes a fortuna líquida de Alfred Taubman era de US$ 3,1 bilhões.

Taubman morreu aos 91 anos, em sua casa em Michigan, em 17 de abril de 2015, vítima de um ataque cardíaco.

(Fonte: https://www.terra.com.br/noticias/mundo/estados-unidos – NOTÍCIAS / MUNDO / ESTADOS UNIDOS/ Da Agência Efe – 18 ABR 2015)

 

 

 

 

 

 

Condenado

A um ano e um dia de prisão e a pagar US$ 7,5 milhões de multa o milionário norte-americano Alfred Taubman, de 76 anos, ex-presidente da casa de leilões Sotheby’s.

A Justiça entendeu que Taubman conspirou de maneira fraudulenta com a direção da concorrente Christie’s na fixação em um elevado nível das comissões faturadas aos compradores e vendedores durante as vendas efetuadas por sua mediação.

A fraude teria custado aos clientes das duas maiores casas de leilão no mundo US$ 400 milhões, conforme a acusação. A sentença foi dada em 22 de abril de 2002, em Nova York.

(Fonte: https://www.terra.com.br/istoegente/143/aconteceu – Edição 143 – ACONTECEU / por Mariana Kalil – 29/04/2002)

Share.