Sandra Gould, foi a sra. Gladys Kravitz, do seriado A Feiticeira, e vizinha de Lucille Ball, em I Love Lucy

0
Powered by Rock Convert

 

Sandra Gould (Brooklyn, Nova York, 23 de julho de 1916 – Burbank, Califórnia, 20 de julho de 1999), foi uma atriz e comediante norte-americana, que ao longo de sua carreira teve presença marcante em diversos filmes e principalmente em séries de televisão fazendo geralmente papéis cômicos, foi a sra. Gladys Kravitz, a vizinha bisbilhoteira da série de televisão e seriado A Feiticeira (1966-1972), e vizinha de Lucille Ball, em I Love Lucy.

 

Sandra Gould fez o público rir durante toda sua vida profissional, que começou quando ela tinha apenas nove anos, no rádio e decolou dois anos depois na Broadway quando atuou no musical Fly Away Home, ao lado do ator Montgomery Cliff.

 

Sandra nasceu no Brooklin, em Nova York, no dia 23 de julho de 1916, e iniciou sua carreira artística no cinema no filme “T-Men” em 1947, aonde seu nome não chegou a ser credenciado e no ano seguinte participou do filme “Romance ont the High Seas”, uma comédia musical, onde Sandra interpretava uma operadora de telefone.

 

Sandra interpreta uma operadora de telefone.

 

 

Depois vieram outros filmes em que também participou sem receber os créditos, até que em 1953, foi convidada para participar de um episódio no drama antológico de televisão “Letter to Loretta”. A partir de então passou a ser convidada para participar de diversas outros espetáculos de televisão.

 

Em setembro de 1966, Sandra Gould foi convidada para substituir a atriz Alice Pearce, que lutava contra o câncer de ovário durante a segunda temporada de “Enfeitiçado”. Ela morreu logo depois em março e Sandra continuou o seu papel até o encerramento da série.

 

Mas só conquistou o status de estrela da comédia americana com os personagens Nancy Johnson, de I Love Lucy, e a senhora Gladys Kravitz, a vizinha bisbilhoteira que ela interpretou entre 1966 e 1972, no seriado A Feiticeira, na rede ABC.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Ficaram famosos os gritinhos dela para o marido – “Abner, Abner” – toda vez que ela via uma bruxaria acontecendo na casa ao lado. Os dois seriados foram reprisados pela tevê brasileira.

 

Cinco anos depois, ela também fez uma participação num spin-off de “Bewitched” denominada “Tabitha” novamente como Gladyz Kravitz. Ela foi casada com o executivo da rede de televisão Larry Berns, com que teve um filho, e também com o diretor Hollingsworth Morsel e enviuvou dos dois.

 

Ela também escreveu dois livros, “Sexpots and Pans” em 1960, um livro de receitas de como cozinhar para 46 tipos de diferentes homens, e o outro com um título imenso: “Al“ays Say Maybe: A Modern Girl´s Guide to Almost Everything, But Mostly Men”, juntamente com Richard Taylor, que foi lançada em 2007, que é um guia para as mulheres encontrarem o seu homem ideal.

 

Sandra Gould foi também uma pintora versátil, chegando a vender mais cem pinturas. Suas últimas aparições foram nas séries de televisão “Veronicas´s Closet” e “Boy Meets World” em 1999.

 

.

 

Sandra Gould faleceu aos 83 anos, no dia 20 de julho de 1999, em Burbank, na Califórnia. Ela foi vítima de um acidente vascular cerebral após uma cirurgia cardíaca, três dias antes de seu aniversário.

(Fonte: Quiabo Doido – CULTURA – Sandra Gould)

(Fonte: https://www.terra.com.br/istoegente/01/tributo – Edição 01 – TRIBUTO / por Cesar Taylor – 9 de agosto de 1999)

Powered by Rock Convert
Share.