Pioneira do combate ao câncer

0
Powered by Rock Convert

Carmen Annes Dias Prudente ( -2001), natural de Porto Alegre Rio Grande do Sul. Carmen, escritora e fundadora da Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Paulo, morreu, vítima de pneumonia aos 89 anos. Carmen Prudente, pioneira do combate ao câncer, conviveu desde cedo com enfermeiros e hospitais, acompanhando as viagens do pai médico, o professor Heitor Annes Dias.
Desde jovem, Carmen tinha o gosto e a habilidade para a escrita. Aos 17 anos, ela já atuava como colaboradora do Correio do Povo. Em seguida, vieram os livros de contos e crônicas – Sinos de Natal e Almas foram os primeiros.
Em um congresso em Berlim, Carmen conheceu o jovem Antonio Prudente, que acabaria se tornando um dos maiores oncologistas brasileiros. Casados após seis meses, começaram a partilhar o sonho de construir em São Paulo um hospital especializado em Câncer. Em 1946, quando Carmen fundou a Rede Feminina de Combate ao Câncer, primeira instituição nacional organizada de trabalho voluntário, a enfermidade ainda era chamada de “aquela doença”. A entidade serviu de base para angariar fundos para a construção do Hospital do Câncer Antônio Carlos Camargo. O sonho se tornou realidade apenas em 1953, quando Carmen e o marido inauguraram o complexo hospitalar.
Com a morte do marido em 1965, Carmen passou a presidir o hospital. Promoveu a primeira campanha nacional de esclarecimento sobre a doença. Ela ainda escreveu 16 livros, principalmente sobre as viagens que fazia pelo mundo.
Em 1989, por problemas de saúde, afastou-se do trabalho e foi para o Rio. Ela sofria do mal de Alzheimer.

oexploradorPowered by Rock Convert

(Fonte: Zero Hora – OBITUÁRIO – 05 de Junho de 2001 – Pág: 45 )

Powered by Rock Convert
Share.