Pat Patrick, dirigiu carros nas 500 milhas de Indianápolis por um quarto de século e venceu três vezes

0
Powered by Rock Convert

Ex-chefe de Fittipaldi, Moreno e Boesel na Indy

 

Ueal Eugene ‘Pat’ Patrick, que dirigiu carros nas 500 milhas de Indianápolis por um quarto de século e venceu três vezes.

 

 

Ueal Eugene Patrick (Kentucky, 10 de março de 1929 – Phoenix, Arizona, 5 de janeiro de 2021), foi uma das figuras mais importantes do automobilismo dos Estados Unidos no último meio século.

 

Patrick criou e foi dono da Patrick Racing entre os anos 1970 e 2005, quando fechou as portas. Neste período, venceu as 500 Milhas de Indianápolis em três oportunidades: 1973 e 1982, com Gordon Johncock, e em 1989, com Emerson Fittipaldi. Também foi campeão da Indy em 1976 e 1989, respectivamente com Johncock e Fittipaldi.

 

Na realidade, a Patrick teve diferentes momentos. Uma entre 1970 e 1990, quando vendeu a equipe para Chip Ganassi enquanto o sucesso do ano anterior se desenhava. Mas o 1989 bem-sucedido fez Patrick desistir de se afastar e aposentar, como planejava antes. Assumiu o projeto da Alfa Romeo, que apenas chegava à Indy, mas vendeu novamente, agora para Bobby Rahal e Carl Hogan no fim de 1991. Depois, junto com a Firestone, retornou em 1995 e ficou até 2005 – nos últimos dois anos, já com a IRL.

 

 

oexplorador

Powered by Rock Convert

© Fornecido por Grande Prêmio Emerson Fittipaldi e Al Unser Jr. no momento decisivo da Indy 500 de 1989. Pat Patrick era o chefe (Foto: Reprodução/Twitter)

 

Além de Fittipaldi e Johncock, Patrick foi chefe de vários outros pilotos importantes no cenário da Indy. Mario Andretti, por exemplo, e Danny Sullivan, Johnny Rutherford e Al Unser, além de Raul Boesel e Roberto Moreno.

 

Mas o sucesso nos resultados foi só parte da história de Pat Patrick. Ele, ao lado de Roger Penske, foram as forças protagonistas no movimento da Championship Auto Racing Teams, a CART, para tirar o controle da Indy das mãos da United States Auto Club, a USAC, em 1982. Foi uma virada nos monopostos dos Estados Unidos.

 

Depois disso, em 1986, Patrick investiu pesado numa categoria que serviria de categoria de base para a Indy. Foi o princípio do que viria a ser a Indy Lights meses depois. Desde 2018, Patrick está no Rol da Fama do Esporte a Motor dos Estados Unidos.

 

Fora do esporte, o negócio de Pat Patrick era a Patrick Petroleum, fundada em 1962, e que foi expandida ao longo do tempo dentro do ramo de energético. Atualmente, após fusões ao longo das décadas, é a Patrick Energy e tem o filho de Pat, Mark Patrick, como diretor-executivo.

 

Pat Patrick faleceu no dia 5 de janeiro de 2021. Patrick tinha 91 anos e estava em sua casa, em Phoenix, no estado estadunidense do Arizona.

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil – NOTÍCIAS / BRASIL / por GRANDE PRÊMIO – 06/01/2021)

Powered by Rock Convert
Share.