Ken Howard, ator e presidente do sindicato de atores americano (SAG-AFTRA)

0
Powered by Rock Convert

Entre seus últimos trabalhos estão ‘Joy: o nome do sucesso’ e ‘Rambo IV’.

O ator e presidente do sindicato de atores dos EUA, Ken Howard (Foto: Mike Blake - 18.jan.2014/Reuters)

O ator e presidente do sindicato de atores dos EUA, Ken Howard (Foto: Mike Blake – 18.jan.2014/Reuters)

 

Ken Howard (El Centro, Califórnia, 28 de março de 1944 – Los Angeles, 23 de março de 2016), ator e presidente do sindicato de atores americano (SAG-AFTRA)

Howard em 1979. (Foto: CBS/Getty)

Howard em 1979. (Foto: CBS/Getty)

 

Ator convidado de várias séries de TV produzidas entre as décadas de 1970 e 2010, e atual presidente do Sindicato dos Atores Americanos, o SAG-AFTRA, Kenneth Joseph Howard Jr. nasceu no dia 28 de março de 1944 em El Centro, Califórnia, mas cresceu em Manhasset, New York. Na juventude, foi jogador de basquete estudantil antes de se tornar ator. Ele iniciou sua carreira artística no teatro na década de 1970.

Nesta época, Howard ganhou o prêmio Tony como ator coadjuvante em Child’s Play, e estrelou o musical 1776, no qual interpretou Thomas Jefferson. O ator voltou a interpretar este personagem na versão cinematográfica do musical em 1972.

 

Elenco de ‘The White Shadow’ (Foto: CBS/Arquivo)

Elenco de ‘The White Shadow’ (Foto: CBS/Arquivo)

 

 

Neste mesmo ano, Howard fez sua estreia na TV, com uma participação em Bonanza. Ao longo de sua carreira, ele foi visto em episódios de Medical Center, Glitter, Hotel, O Carona, As Supergatas, Assassinato por Escrito, One West Waikiki, West Wing, O Desafio, Curb Your Enthusiasm, The Office, Huff, Law & Order: SVU, The Nine, Brothers & Sisters, Eli Stone, Dirty Sexy Money, Justiça Sem Limites, Cold Case, Blue Bloods, The Closer e The McCarthys.

O ator também teve participações recorrentes em séries como Dinastia, The Colbys, Melrose Place e 30 Rock. Ele também integrou o elenco da minissérie Os Pássaros Feridos.

 

Howard com John James em ‘The Colbys’ (Foto: ABC/Arquivo)

Howard com John James em ‘The Colbys’ (Foto: ABC/Arquivo)

 

Em 1973, ele estrelou sua primeira série, Adam’s Rib, adaptação televisiva do filme estrelado por Spencer Tracy e Katherine Hepburn. Howard assume o papel que foi de Tracy, agora um jovem assistente da promotoria, casado com Amanda (Blythe Danner), uma advogada feminista, com quem ele costuma se enfrentar nos tribunais.

No ano seguinte, Howard estrelou sua segunda série, The Manhunter, situada durante o período da grande depressão. Nela, o ator interpretou um fazendeiro que, para ajudar financeiramente a família, passa a trabalhar como caçador de recompensas.

Howard e Jack McBrayer em ’30 Rock’ (Foto: NBC/Arquivo)

Howard e Jack McBrayer em ’30 Rock’ (Foto: NBC/Arquivo)

 

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Entre 1978 e 1981, ele estrelou The White Shadow, na qual interpretou um ex-jogador de basquete que passa a atuar como treinador de um time estudantil no qual a maioria dos jogadores são negros e hispânicos. O ator voltaria a estrelar uma série em 1983, com It’s Not Easy, sitcom sobre um homem divorciado que, para facilitar a vida dos filhos, se torna vizinho da ex-esposa.

Entre 2001 e 2005, Howard teve participações recorrentes em Crossing Jordan, interpretando Max, pai da médica legista Dr. Jordan Cavanaugh (Jill Hennessy). A última série em que o ator integrou o elenco fixo foiCane, em 2007, sobre uma família de origem cubana que comanda uma empresa de açúcar na Flórida. Howard interpretou o adversário de Alex (Jimmy Smits).

Seu papel foi fundamental para a fusão em 2012 entre o SAG, que dirigia desde 2009, com a Federação de Artistas de Rádio e Televisão do país (AFTRA). A nova organização representa cerca de 160 mil intérpretes.

Kenneth Joseph Howard Jr. entrou para a história por seu papel na série de televisão “The White Shadow” (1978-1981), em que interpretou um treinador de basquete negro em uma escola de estudantes afro-americanos em sua maioria.

Seu personagem, Ken Reeves, era inspirado em sua própria experiência. Antes de se tornar um ator bem-sucedido, brilhou na liga estudantil de basquete dos Estados Unidos.

Também interpretou o advogado Garrett Boydston, na mítica “Dynasty” (1981-1989), e em seu “spin-off” “The Colby” e participou de “Murder, She Wrote” (1985-1994), com Angela Lansbury, e “Melrose Place”, uma das séries mais famosas da década de 1990.

Em 1970, Howard ganhou um Tony pela obra “Child’s Play”, que representou na Broadway. Em 2009, levou um Emmy por seu papel na minissérie “Grey Gardens”.

Em 2003, ele lançou o livro Act Natural: How to Speak to Any, que é uma compilação das aulas de arte dramática que ele ministrou na Universidade de Harvard. Em 2009, ganhou o Emmy de melhor ator coadjuvante pelo telefilme da HBO Gray Gardens.

 

Howard em janeiro de 2016. (Foto: Kevin Winter/Getty)

Howard em janeiro de 2016. (Foto: Kevin Winter/Getty)

Nos últimos anos, atuou em filmes como “Conduta de Risco” (2007), “Rambo IV” (2008) e “O Juiz” (2014), entre outros. Seu último trabalho foi “Joy: o Nome do Sucesso”.

Ele foi casado três vezes. A primeira com a atriz Louise Sorel, entre 1973 e 1975; e a segunda com a atriz Margo Howard, entre 1977 e 1991. Desde 1992, ele estava casado com a ex-dublê Linda Fetters.

O ator foi submetido a um transplante de rim em 2000.

Ken Howard morreu aos 71 anos em 23 de março de 2016, em Los Angeles.

“Ken foi um líder que nos inspirou e [sua morte]é uma grande perda para a SAG-AFTRA”, manifestou a atriz Gabrielle Carteris, uma das estrelas da série “Beverly Hills, 90210” (1990-2000) e membro da instituição. “Foi uma luz que nunca se apagou, nos guiou em momentos tumultuosos e pôs o sindicato no caminho da excelência. Sempre estaremos em dívida com ele.”

(Fonte: http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2016/03 – CINEMA – Da France Presse – 23/03/2016)

(Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/temporadas – NOVA TEMPORADA/ Por Fernanda Furquim – 23/03/2016)

Powered by Rock Convert
Share.