Harry Nkumbula, político veterano da Zâmbia e ex-presidente do Congresso Nacional Africano, ajudou a Rodésia do Norte a conquistar sua independência da Grã-Bretanha

0
Powered by Rock Convert

Harry Nkumbula; líder do Congresso Africano

 

Harry Mwanga Nkumbula (Maala, Ait Laziz, Argélia, 15 de janeiro de 1916 – Lusaka, Zâmbia, 8 de outubro de 1983), foi um político veterano da Zâmbia e ex-presidente do Congresso Nacional Africano.

 

Como um parceiro de coalizão menos poderoso de Kenneth D. Kaunda, Harry Nkumbula ajudou a Rodésia do Norte a conquistar sua independência da Grã-Bretanha em 1964, quando se tornou a República da Zâmbia. Depois que Kenneth Kaunda se tornou presidente da Zâmbia em 1964, grande parte da carreira de Harry Nkumbula foi passada em amarga oposição a ele.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Em 1951, Harry Nkumbula tornou-se presidente do Congresso Nacional Africano, a primeira grande organização anticolonial na Rodésia do Norte. De 1951 a 1953, a organização fez campanha vigorosa, mas sem sucesso, contra a formação da Federação Centro-Africana, que se juntou à Rodésia do Norte, Rodésia do Sul e Niassalândia sob o domínio britânico.

 

Em 1958, a liderança de Harry Nkumbula no Congresso Nacional Africano foi desafiada por um grupo de jovens radicais que acusaram o Sr. Nkumbula de ser excessivamente influenciado pelos brancos e ter suavizado suas atitudes em relação ao nacionalismo. Em 1959, Kenneth Kaunda, que liderou o grupo dissidente, formou o Congresso Nacional Africano da Zâmbia. Harry Nkumbula nasceu em 1916 e foi criado em uma missão metodista perto de sua aldeia natal, Maala, onde sua família tinha uma próspera fazenda de gado. De 1944 a 1946, frequentou o Makerere College em Uganda e, em 1946, ganhou uma bolsa de estudos para a Universidade de Londres.

 

Antes de retornar à Rodésia do Norte em 1950, ele se formou em educação pela Universidade de Londres e passou dois anos estudando ciência política e economia na London School of Economics, onde saiu sem se formar.

 

Nkumbula faleceu no Hospital Universitário de Lusaka em Lusaka, Zâmbia, em 8 de outubro de 1983. Ele tinha 67 anos.

(Fonte: https://www.nytimes.com/1983/10/10/arts – New York Times Company / ARTES – 10 de outubro de 1983)

Sobre o Arquivo
Esta é uma versão digitalizada de um artigo do arquivo impresso do The Times, antes do início da publicação online em 1996. Para preservar esses artigos como eles apareceram originalmente, o The Times não os altera, edita ou atualiza.
Powered by Rock Convert
Share.