Dorothy Vaughn, foi uma matemática respeitada e a primeira gerente norte-americana da Nasa

0
Powered by Rock Convert

Um dos grandes feitos da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) foi fazer com que um norte-americano fosse ao espaço e orbitasse ao redor da Terra em 1962. John Glenn ficou famoso pelo feito, mas os cérebros por trás da operação eram os de três mulheres negras que superaram preconceitos de gênero e raça e fizeram história na ciência.

Essa história é contada no filme ‘Estrelas Além do Tempo‘, que estreou no Brasil dia 2 de fevereiro de 2017 e conta a jornada das cientistas Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monae).

O trio fazia parte de uma equipe apelidada de “computadores humanos”, que calculava manualmente equações necessárias para que as viagens espaciais acontecessem.

Conheça um pouco da história desses três “computadores de saia” que colocaram os EUA em grande vantagem na corrida espacial.

 

Dorothy Vaughn (Foto: NASA/Divulgação)

Dorothy Vaughn (Foto: NASA/Divulgação)

 

 

Foi a primeira supervisora negra no Centro Langley de Pesquisa, tendo trabalhado lá desde antes da fundação da Nasa

 

Dorothy Johnson Vaughn (Kansas City, 20 de setembro de 1910 – Hampton, 10 de novembro de 2008), foi uma matemática respeitada e a primeira gerente norte-americana da Nasa.

Nascida em setembro de 1910, no Missouri, ela se formou em matemática aos 19 anos na Universidade de Wilberforce. Como Johnson, foi professora antes de entrar para Naca, em 1943.

Segundo a Nasa, a talentosa matemática deixou as escolas durante a Segunda Guerra Mundial para entrar nos laboratórios.

Ao ser contratada, Vaughan fazia parte de um grupo que contava apenas com mulheres negras que trabalhavam como computadores humanos. Isso porque a agência ainda tinha normas que separavam os funcionários negros e brancos, os banheiros e refeitórios eram diferenciados, por exemplos.

oexploradorPowered by Rock Convert

Vaughn permaneceu na agência após a guerra e foi nomeada como gerente de 1949 a 1958. Com a chegada de computadores eletrônicos, a cientista entendeu que as mulheres que trabalhavam como “computadores humanos” podiam ser demitidas. Assim, ela aprendeu programação e ensinou as colegas para terem opções de emprego.

 

Computadores humanos

 

Dorothy Johnson Vaughan, matemática respeitada, foi a primeira mulher negra a ser promovida chefe de departamento na Nasa, posto que ocupou de 1949 a 1958. De Kansas City, Missouri, nasceu em 20 de setembro de 1910. Se formou em matemática aos 19 anos na Universidade de Wilberforce, e trabalhou como professora antes de entrar para o NACA, agência antecessora da Nasa, em 1943.

A Ordem Executiva 8802, de 1941, assinada pelo então presidente dos EUA Franklin Roosevelt,proibia a discriminação racial na indústria de defesa nos Estados Unidos, o que permitiu a contratação de negros para os órgãos federais, sem discriminação de cor, ao menos no papel. Foi esta ordem que possibilitou a contratação de dezenas de profissionais negros para agências como a NACA.

Apesar da 8802, a agência tinha normas que separavam funcionários negros e brancos, oferecia banheiros e refeitórios diferenciados, bem como salários – maiores para mulheres brancas e homens. Vivia-se um período de grande segregação racial, que só acabou oficialmente em 1964, com a Lei dos Direitos Civis.

Uma vez contratada, Dorothy foi designada para uma área segregada da instalação, com mulheres negras com formação em matemática, que trabalhavam como computadores humanos, cujos cálculos foram usados em projetos espaciais e de aviação.

Depois de passar quase 10 anos como gerente, Dorothy percebeu que a chegada de computadores eletrônicos representaria desemprego para as mulheres que trabalhavam como “computadores humanos”. Decidiu aprender programação e ensinou as colegas.

Dorothy Vaughan se aposentou da NASA em 1971 e faleceu em 10 de novembro de 2008.

(Fonte: https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2017/01/13 –  Notícias – Ciência e Saúde – As cientistas negras que possibilitaram à Nasa colocar um homem no espaço/ Do UOL, em São Paulo – 13/01/2017)

(Fonte: http://primeirosnegros.blogspot.com.br/2017/01 – Cientistas Negras, Pioneiras do Espaço – 23 DE JANEIRO DE 2017)

(Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2017/02/18 – CIÊNCIA / Conheça as histórias de mulheres de sucesso na Nasa / Por Salvador Nogueira COLABORAÇÃO PARA A FOLHA – 05/02/2017)

Powered by Rock Convert
Share.