Walther Moreira Salles (1912-2001), fundador do Unibanco. Ministro da Fazenda

0
Powered by Rock Convert

Walther Moreira Salles (1912-2001), fundador do Unibanco. Ministro da Fazenda no governo parlamentarista de Tancredo Neves, em 1961, e duas vezes embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Walther é pai do editor Fernando, de seu primeiro casamento com Hélene Matarrazo, e do cineasta Walther Salles Jr., do banqueiro Pedro e do documentarista João Moreira Salles, do segundo casamento, com Elisinha Gonçalves.
Em 1986, casou-se com a top model Lucía Moreira Salles, musa de estilistas como Valentino e Chanel. Top model nos anos 60, Lucía Curia (seu nome de solteira) rodou as passarelas do mundo como manequim e estrelou incontáveis editoriais de moda no Exterior.
Foi a primeira modelo gaúcha a se tornar padrão de beleza internacional, top model de presença cativa no universo da alta-costura na década de 60.
Lucía Curia (seu nome de solteira) foi a primeira manequim gaúcha verdadeiramente profissional. Estreou nas passarelas em 1957. Era alta, pele alva, cabelos negros. Sofisticada até o fim de uma vida que terminou no dia 24 de janeiro de 2009.
Lucía era uma mulher encantadora. Magnetizava olhares dos clientes da Pelaria Volga. Logo o costureiro Rui Spohr encantou-se com aquela figura esguia e requintada. Convidou-a para desfilar ao lado de outras personalidades femininas influentes da época, como Anita Brino, Marlene Linn e a atriz Lilian Lemmertz. Lúcia começou apresentando chapéus. Um ano se passou, e Rui viu nela um potencial ainda maior. Convidou-a para mostrar seus primeiros vestidos. Quando Lívio Rangan trouxe uma coleção da Rhodia para Porto Alegre, caiu de amores por Lucía.
O Rio Grande do Sul, então, ficou pequeno. Lucía mudou-se para São Paulo. Trabalhou nos desfiles da Alcântara Machado e integrou a equipe de modelos brasileiras selecionadas para o desfile da Rhodia em Paris. Começaria ali sua trajetória internacional.
Nos anos 1960, percorreu as passarelas do mundo, fez pivô para os grandes costureiros europeus. Foi musa de Valentino e braço direito de mademoiselle Coco Chanel, de quem se tornou top model e com quem trabalhou por mais de três anos. Chanel quis torná-la estilista da casa; Lucía preferiu seguir carreira solo. Excelente relações-públicas, transferiu-se para a Maison Valentino, em Roma. Ilustrou a capa das maiores revistas de moda, como Vogue e Harper’s Bazaar.
Lucía foi sua terceira mulher. Não tiveram filhos, mas permaneceram juntos até a sua morte, aos 88 anos, em fevereiro de 2001.

Powered by Rock Convert

(Fonte: Zero Hora – Ano 45 – N° 15.853 – segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – Segundo Caderno – Memória/Angela Ravazzolo – Pág; 4)

Powered by Rock Convert
Share.