Museu do Prado

0
Powered by Rock Convert

Museu do Prado é um dos mais importantes do mundo

O Museu do Prado é localizado em Madri, na Espanha.

 

Museu do Prado, o maior da Espanha e um dos mais importantes do mundo. Projetado pelo arquiteto Juan de Villanueva, o prédio foi sede de um centro de ciências naturais antes de ser convertido em museu pelo Rei Fernando VII e pela rainha María Isabel de Braganza. O local abriu as portas ao público em 19 de novembro de 1819 com 311 pinturas e sob o antigo nome de Real Museo de Pintura y Escultura. Atualmente, traz coleção de mais de 5 mil itens de artistas como Velazquez, Goya, El Greco, Rembranbdt e Rafael.

 

O museu, na Espanha possui diversas pinturas famosas exibidas no museu, como “Carlos V en la Batalla de Mühlberg”, de Tiziano, e “El caballero de la mano en el pecho”, de El Greco.

 

O Museu do Prado é parada obrigatória para quem visita Madri. Localizado no Circuito del Arte, próximo do Museo Reina Sofía e outros museus, o prédio ocupa quase uma quadra inteira de uma das principais avenidas da capital espanhola, a Paseo del Prado. Dada a extensão do local, a organização oferece planos de visita que vão de uma a três horas de passeio, a depender do que o visitante deseja ver.

O destaque é a coleção de Francisco Goya, um dos principais artistas europeus da Idade Contemporânea e que era vivo na época da inauguração do Museu. Desde novembro de 2018, quando foram iniciadas as comemorações do bicentenário, visitantes puderam explorar 133 pinturas e 500 desenhos, entre outros documentos sobre o pintor. Entre elas estão o acervo do próprio Prado, assim como obras emprestadas pelo Palácio Real.

1 – Embora o museu tenha sido fundado em 19 de novembro em 1819, o edifício que serve de sede foi desenhado em 1785 pelo arquiteto Juan de Villanueva como Gabinete de Ciências Naturais por ordem de Carlos III. Seu neto, o rei absolutista Fernando VII, se encarregaria de depositar, décadas depois, parte das coleções reais formadas desde o século XVI, primeiro com os Habsburgo e posteriormente com os Bourbon. 

2 – Entre as peças que acumularam os diferentes monarcas espanhóis, destacam-se tesouros como ‘O jardim das delícias’, do Bosch; ‘O cavaleiro com a mão no peito’, de El Greco; ‘As meninas’, de Velázquez, e ‘A família de Carlos IV’, de Goya.

4 – Desde o início da Guerra Civil Espanhola, em 1936, foi desenvolvida a mais importante operação de salvamento de patrimônio espanhol da história: um êxodo que se prolongou durante três anos em que as forças republicanas evacuaram da Espanha as principais obras do museu. 

5 – Atualmente gerenciado por Miguel Falomir, o Prado teve cerca de trinta diretores ao longo de sua história. Durante a Guerra Civil, Pablo Picasso foi nomeado diretor pelo Governo da Segunda República, embora nunca chegou a tomar posse, mas também jamais foi destituído.

6 – Ao longo destes dois séculos, o número de visitantes foi crescendo exponencialmente até alcançar os 3.672.853 em 2018. 

Powered by Rock Convert

7 – Neste período, várias reformas foram realizadas no edifício Villanueva original, a primeira em 1847.

8 – O projeto de ampliação mais ambicioso foi realizado entre 2001 e 2007, quando Rafael Moneo desenhou um anexo à sede original, a chamada ampliação dos Jerónimos.

9 – Atualmente, o Prado possui 8.100 obras, das quais cerca de 1.300 são exibidas em suas salas ao longo de todo o ano da coleção permanente.

10 – Entre as joias da pinacoteca, destacam-se quadros como ‘A anunciação’, de Fra Angélico; ‘O descida da cruz’, de Roger van der Weyden; o ‘Autorretrato de Alberto Durero’ e ‘As três graças’, de Rubens.

(Fonte: https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/11 – NOTÍCIAS / APPS / INTERNET / Por Paulo Alves, para o TechTudo – 19/11/2019)

(Foto: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/18/album – BRASIL / FOTOGRAFIA / Por ANDREA COMAS Madri – 19 NOV 2019)

Powered by Rock Convert
Share.