Mario Bava, foi um diretor italiano que influenciou cineastas como Francis Ford Coppola, Martin Scorsese e Quentin Tarantino

0
Powered by Rock Convert

Mario Bava (Sanremo, Liguria, 30 de julho de 1914 – Roma, 25 de abril de 1980), foi um diretor italiano e diretor de fotografia mais lembrado por grandes nomes da era dourada de filmes de terror italianos.

Influenciou cineastas como Francis Ford Coppola, Martin Scorsese e Quentin Tarantino, que se encantaram com sua câmara que se aproximava da cena de ação como se fosse um voyeur.

Bava foi um mestre italiano do horror, além de ótimo documentarista com depoimentos de Tim Burton e John Carpenter. Em A Maldição do Demônio, relata uma história de vampiros protagonizada por Barbara Steele.

oexploradorPowered by Rock Convert

Bava geralmente realizava produções baratas, geralmente com histórias policiais ou de horror. Em A Garota que Sabia Demais, uma turista americana descobre que as tramas que está vivenciando na Itália lembram muito o livro que ela está lendo.

Em O Alerta Vermelho da Loucura é sobre um serial killer de noivas, e Cães Raivosos apresenta um grupo de criminosos que tenta fugir depois de um assalto. Bava morreu antes de terminar esse filme, concluído por seu filho, Lamberto.

Mario Bava faleceu em Roma, em 25 de abril de 1980, aos 65 anos, vitimado por um ataque cardíaco fulminante.

(Fonte: Veja, 10 de junho de 2015 – ANO 48 – N° 23 – Edição 2 429 – LIVROS/ Veja Recomenda – Pág: 112/113)

Powered by Rock Convert
Share.