Goulart de Andrade, apresentador e jornalista

0
Powered by Rock Convert

Jornalista do extinto ‘Comando da Madrugada’ 

Goulart de Andrade na série Atravessadores, da TV Globo, de novembro de 2013 (Foto: Zé Paulo Cardeal/Globo)

Goulart de Andrade na série Atravessadores, da TV Globo, de novembro de 2013 (Foto: Zé Paulo Cardeal/Globo)

 

Goulart de Andrade na porta de entrada de sua casa em Cotia (Foto: Patricia Stavis/Folhapress)

Goulart de Andrade na porta de entrada de sua casa em Cotia (Foto: Patricia Stavis/Folhapress)

 

Luís Filipe Goulart de Andrade (Rio de Janeiro, 6 de abril de 1933 – São Paulo, 23 de agosto de 2016), jornalista e apresentador.

Goulart iniciou a carreira na televisão no programa “Preto no Branco”, na TV Rio, em 1958. Nos anos 70, trabalhou no “São Paulo Especial” e no “Globo Shell Especial”, ambos apresentados pela TV Globo.

No início da década de 80 criou o programa “Plantão da Madrugada”, na Globo, cujo mesmo formato foi apresentado por ele na Rede Bandeirantes com o nome de “Comando da Madrugada”.

oexploradorPowered by Rock Convert

Natural do Rio de Janeiro, tinha 61 anos de carreira, foi jornalista, publicitário, radialista, ator, diretor, diretor de cinema e TV e empresário do setor de comunicação. Na TV Globo, estreou em março de 1978 o programa “Comando da Madrugada”. A partir de 1983, o Comando da Madrugada deixou de fazer parte da programação da Rede Globo e passou a ser exibido – sempre com o mesmo formato e, às vezes, com nomes diferentes – em várias outras emissoras. Também atuou no “Fantástico”, de 1973 a 1976, e no “São Paulo Especial”.

Seu último trabalho foi na TV Gazeta como apresentador do programa “Vem Comigo”, onde atuava com alunos da Fundação Cásper Líbero.

Iniciou a vida profissional em 1955, na TV Rio, com o programa “Preto e Branco”.  Trabalhou na TV Tupi, na TV Excelsior, na TV Rio, na TV Globo,  na TV Gazeta, com Fausto Silva, na TV Record, na TV Bandeirantes e no SBT.

Trabalhou também nos jornais escritos “Última Hora” (de Samuel Wainer) e “Aqui São Paulo”.

 

Goulart de Andrade na série Atravessadores, da TV Globo, de novembro de 2013 (Foto: Zé Paulo Cardeal/Globo)

Goulart de Andrade na série Atravessadores, da TV Globo, de novembro de 2013 (Foto: Zé Paulo Cardeal/Globo)

 

Em mais de seis décadas de carreira, o jornalista entrevistou personalidades como Jânio Quadros, Chico Buarque de Holanda, Washington Olivetto, César Camargo Mariano e Mário Covas.

O jornalista, autor do bordão “vem comigo”, criou sua marca registrada ao acaso, enquanto cobria um evento em uma boate. Ele falou “vem comigo” para seu inseparável cinegrafista de alcunha “Capeta”, como forma de indicar um plano de sequência sem cortes por 20 minutos. “Depois na edição nós percebemos como o ‘vem comigo’ funcionava e mantivemos”, disse Goulart no programa “Roda Viva”, da TV Cultura, em 2014.
Seu estilo de narração gerou o “plano sequência”, utilizado posteriormente pelo “Aqui Agora”, no SBT, e pelos telejornais de hard news. Ele passou pelas principais emissoras do país, como TV Tupi, TV Exelsior, TV Globo, TV Gazeta, TV Record, TV Bandeirantes e SBT.
O acervo pessoal do apresentador está disponível na Sala Cinemateca, com mais de 12 mil horas de gravações do programa “Comando da Madrugada”.

Goulart de Andrade morreu em 23 de agosto de 2016, no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, aos 83 anos. Ele tinha problemas no sistema cardiorrespiratório.

(Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/08 – SÃO PAULO – Do G1 São Paulo – 23/08/2016)

(Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/08/1806036- ILUSTRADA – DE SÃO PAULO – 23/08/2016)

Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. 

Powered by Rock Convert
Share.