Foi a primeira brasileira a estourar na era das supermodelos

0
Powered by Rock Convert

Primeira top brasileira

 

Supermodelo Shirley Mallmann estrela ensaio

 

Shirley Mallmann: pioneira nas passarelas, em pouco tempo amealhou US$ 1 milhão

 

 

 

Caso alguém ainda duvide que a vida começa aos 40, deixo aqui imagens da maravilhosa Shirley Mallmann, que prestes a completar 42 anos (ela é de fevereiro), está com tudo – contrariando aquela história de que vida de modelo é curta. A gaúcha posou para as lentes da premiada fotógrafa Ellen Von Unwerth, uma das responsáveis por seu sucesso no exterior. As imagens foram feitas para a grife Georgine, na Riviera Francesa.

Shirley foi a primeira brasileira a estourar na era das supermodelos, fase em que o mundo conheceu estrelas como Claudia Schiffer, Linda Evangelista e Naomi Campbell. Durante boa parte da década de 1990, era nela que a gente pensava aqui no Brasil quando se falava em manequins (essa palavra TEM QUE voltar) de sucesso no exterior.

 

 

Powered by Rock Convert

Descoberta quando trabalhava numa fábrica de sapatos no Rio Grande do Sul, faturou US$ 1 milhão em pouquíssimo tempo. Seu corpo serviu de referência para um frasco de perfume criado por Jean-Paul Gaultier, fez campanha da Chanel e saiu no badalado calendário Pirelli.

 

 

A menina que deixou o interior do Rio Grande do Sul em 1995 sem nunca ter folheado uma revista de moda deu espaço para uma mulher confiante, que fala com propriedade e intimidade de nomes como Karl Lagerfeld e Alexander McQueen. Shirley diz que não é nada complicado definir o que a diferencia da guria de antes descoberta atrás de uma máquina de costura em uma fábrica de calçados em Lajeado para a mulher de agora top model de carreira consolidada.

 

 

O mercado da moda reverencia o retorno de Shirley Mallmann. Em 2012, ao esboçar a vontade de voltar às passarelas, foi imediatamente escalada para os desfiles de moda praia das grifes Cia. Marítima, Lenny e Blue Man. Estilistas se apressam para contratá-la para suas campanhas publicitárias. Além da Coliseu, Shirley protagoniza também as campanhas das grifes TVZ, Alphorria, Euro, Miss Mano e Barnaby. Foi capa da edição de março da revista IstoÉ Gente ao lado das tops Ana Claudia Michels e Lea T. em uma reportagem em que o enfant terrible da moda nacional, Alexandre Herchcovitch, traduzia o belo e suas diferenças.

Sobre o que ficou para trás, há pouco do que se arrepender. A modelo só sente não ter chegado aos Estados Unidos com mais ideia do que era a moda internacional e todo o circo em seu entorno. Quando deixou o Brasil, o acesso à internet não era banal e não havia muitas colegas brasileiras vivendo fora do país. A saída da gaúcha para o Exterior era uma novidade até para as agências nacionais, que não puderam ajudá-la com dicas do que a esperava lá fora.

A Shirley de Nova York

 

Shirley Mallmann mora em Nova York há 17 anos. Mas não na Big Apple verticalizada, com cerca de 8 milhões de habitantes, grifes da Quinta Avenida, diferenças culturais da Times Square e relógios que nunca param. A NY de Shirley dorme. E tem até praia. A família preferiu morar em Long Island, região que fica cerca de duas horas de Manhattan.

Apesar dessa dedicação doméstica, Shirley não deixou o trabalho totalmente de lado desde que se tornou mãe. Deu suas escapadas para desfiles relâmpago e conquistou clientes fiéis, como a Macy’s, principal loja de departamentos dos Estados Unidos.

(Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/donna/moda/noticia/2013/04 – DONNA / MODA – 06/04/2013)
(Fonte: https://forbes.uol.com.br/forbeslife/2019/01 – LIFE / Por Alvaro Leme – 15 de janeiro de 2019)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados.

Powered by Rock Convert
Share.