“E, como servidores públicos, somos obrigados a cumprir o que assinamos.” CARLOS ANDRÉ BULHÕES MENDES, reitor da UFRGS escolhido por Bolsonaro, sustentando que, apesar de ter dito que o resultado da eleição interna deveria ser respeitado, assinou documentos com os demais candidatos declarando que quem estivesse na lista tríplice aceitaria ser nomeado

0
Powered by Rock Convert

E, como servidores públicos, somos obrigados a cumprir o que assinamos.”

CARLOS ANDRÉ BULHÕES MENDES, reitor da UFRGS escolhido por Bolsonaro, sustentando que, apesar de ter dito que o resultado da eleição interna deveria ser respeitado, assinou documentos com os demais candidatos declarando que quem estivesse na lista tríplice aceitaria ser nomeado

(Fonte: Zero Hora – ANO 57 – N° 19.820 – 19 E 20 SETEMBRO 2020 – FRASES DA SEMANA – Pág: 46)

Share.