O pensamento errou entre mil avenidas, não se deteve em…

0
Powered by Rock Convert

“O pensamento errou entre mil avenidas, não se deteve em nenhuma; cada dia amadureceu e caiu como um fruto.”

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), poeta mineiro.

(Fonte: http://www.caras.uol.com.br – 24 de março de 2011 – EDIÇÃO 907 – Citações – ANO 18)

Share.