Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes (1914-1992), irmã Dulce

0
Powered by Rock Convert

Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes (1914-1992), irmã Dulce nasceu em 26 de maio de 1914, em Salvador. Era a segunda dos 5 filhos do casal Augusto Lopes Pontes e Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes. Com apenas 13 anos já atendia pessoas carentes na sua própria casa. No ano de 1933, depois de receber o diploma de professora, Maria Rita ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, do Convento de Cristóvão, em Sergipe. Numa homenagem à mãe, adotou o nome de Irmã Dulce quando fez os votos de profissão da fé religiosa em 15 de agosto de 1934. Voltou a Salvador para trabalhar como enfermeira voluntária no Sanatório Espanhol por três meses. Tentou dar aulas de geografia, mas sentiu não ter vocação para professora.
Passou a se dedicar integralmente ao trabalho social. Em 1935, fundou a União Operária São Francisco, primeiro movimento cristão operário de Salvador. A Associação Obras Sociais Irmã Dulce foi criada em 26 de maio de 1959. Tanta dedicação aos pobres, menores carentes e idosos lhe valeu o título de Anjo Bom da Bahia. Entre suas muitas obras, encontra-se a Fundação Irmã Dulce (1981). Foi ela também que iniciou a reforma do novo Hospital Santo Antônio, com 400 leitos (1983).
Irmã Dulce morreu às 16h45 do dia 13 de março de 1992, no Convento Santo Antônio, depois de ter ficado internada durante 16 meses. O seu processo de beatificação começou em 1998.

oexploradorPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Share.