Frankie Banali, baterista do grupo americano de heavy metal Quiet Riot

0
Powered by Rock Convert

 

Frankie Banali, baterista do Quiet Riot

Banda foi a primeira de heavy metal a liderar parada de álbuns da ‘Billboard’ nos EUA.

 

Frankie Banali, membro da formação clássica da banda Quiet Riot, durante show no Carioca Club, em São Paulo. Foto de novembro de 2016 — (Foto: Ale Frata/Código19/Estadão Conteúdo/Arquivo)

 

Músico também tocou em outros grupos, como o W.A.S.P.

 

 

 

Frankie Banali (Nova York, em 14 de novembro de 1951 – Los Angeles, 21 de agosto de 2020), baterista do grupo americano de heavy metal Quiet Riot.

 

Além da longa jornada no Quiet Riot, Banali também tocou com Billy Idol, WASP e Faster Pussycat. Ele foi o último membro remanescente da formação clássica da banda.

 

Nascido em Nova York, em 14 de novembro de 1951, o músico se mudou para Los Angeles nos anos 70. Após ser membro do New Steppenwolf, ele passou a tocar com o vocalista Kevin DuBrow.

oexploradorPowered by Rock Convert

A banda dele, Quiet Riot, havia dado uma pausa, depois que o guitarrista Randy Rhoads e o baixista Rudy Sarzo saíram para tocar com Ozzy Osbourne.

Após recomeçarem com outro nome, DuBrow, a banda mudou de novo o nome para Quiet Riot, a partir da formação com o baixista Chuck Wright e o guitarrista Carlos Cavazo, em 1982.

Clássico do heavy metal

O quarteto lançou o álbum “Metal Health” no início de 1983, incluindo “Cum On Feel the Noize” (cover do Slade) e “Metal Health (Bang Your Head)”.

Foi a primeira vez que um álbum de heavy metal chegou ao topo da parada de discos da revista americana “Billboard”. Foram mais de 6 milhões de cópias vendidas.

Nos anos 90 e 2000, a banda passou por idas e vindas, até a morte de DuBrow, em 2007. O último álbum do Quite Riot, “Hollywood Cowboys”, foi lançado em 2019.

Banali também tocou com outras bandas como o W.A.S.P., Faster Pussycat e Heavy Bones.

Em 2008, Banali chegou a anunciar o fim do Quiet Riot, depois da morte de DuBrow. Dois anos depois, a banda voltou com nova formação.

 

Frankie Banali faleceu aos 68 anos, em 21 de agosto de 2020, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Em abril de 2019, o músico foi diagnosticado com câncer no pâncreas.

 

“Ele travou uma batalha de 16 meses inspiradamente corajosa até o fim e continuou a tocar ao vivo enquanto pôde. Ele viveu para tocar ao vivo e se apresentou para milhões de fãs ao redor do mundo ao longo de sua carreira. Seu desejo para todos é que você seja o seu próprio defensor da saúde para a detecção precoce, para que possa viver muito e resgatar muitos animais”, escreveu em trecho do comunicado.

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/2020/08/21 – POP & ARTE / MÚSICA / NOTÍCIA / Por G1 – 21/08/2020)

(Fonte: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2020/08/21 – ENTRETENIMENTO / ENTRETÊ / ROCK / Do UOL, em São Paulo – 21/08/2020)

Powered by Rock Convert
Share.