Coordenou projeto da primeira linha de metrô do Brasil

0
Powered by Rock Convert

 

 

 

Marcello Accioly Fragelli (1928-2014), arquiteto, urbanista e professor carioca aposentado do Departamento de Projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP).

O arquiteto ainda foi diretor nacional do IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil) em 1956.

O arquiteto carioca foi o principal responsável por coordenar, em 1968, o projeto da linha Azul do metrô paulista, na época conhecida como linha Norte-Sul

Fragelli coordenou, em 1968, o projeto da linha norte-sul — hoje chamada Linha Azul —, do metrô paulista, a primeira do Brasil. E projetou pessoalmente as estações elevadas ou que tinham praças na superfície: estações Jabaquara, Liberdade, Praça da àrvore, São Bento, Ponte Pequena (em 1987, passou a se chamar Armênia), entre outras.

O projeto de Fragelli incluía estações elevadas nas áreas com menor densidade populacional e estações subterrâneas nas áreas centrais. Esses dois modelos de estações dialogam até hoje na malha do Metrô da capital.

Em 1956, foi diretor nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). Em 2010, lançou o livro “Quarenta anos de prancheta”, no qual narra sua trajetória no ramo da arquitetura, entrelaçando suas experiências pessoais desde a juventude e o início da carreira, com os primeiros esboços. No ano seguinte, recebeu homenagem pelo conjunto da obra pela Associação Paulista dos Críticos de Arte no prêmio Melhores da Arquitetura.

Em 2010, lançou “Quarenta anos de Prancheta”, livro em que percorre toda a sua vida dedicada a arquitetura a partir de textos, fotos e desenhos da sua obra arquitetônica realizada entre as décadas de 1950 e 1990.

oexploradorPowered by Rock Convert

Em 2011, Fragelli recebeu uma homenagem pelo conjunto da obra pela Associação Paulista dos Críticos de Arte no prêmio “Melhores da Arquitetura”.

Fragelli era aposentado da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, e morreu em 9 de agosto de 2014, aos 86 anos.

— Ele deu uma cara nova e muita beleza às estações do metrô da cidade. Foi um arquiteto muito importante para o País, com uma produção significativa em São Paulo — disse o diretor da FAU-USP, Marcelo Roméro, que foi colega de Fragelli na pós-graduação.

 

(Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2014/08- 4571823 – TRIBUTO – 09/08/2014)

 

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.