“A virtude absoluta mata o ser humano com tanta segurança quanto o vício absoluto, pela letargia e pomposidade que provocam.” Samuel Beckett (1906-1989), escritor irlandês, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 1969.

0
Powered by Rock Convert

“A virtude absoluta mata o ser humano com tanta segurança quanto o vício absoluto, pela letargia e pomposidade que provocam.”

Samuel Beckett (1906-1989), escritor irlandês, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 1969.

(Fonte: Zero Hora – Ano 54 – N° 18.967 – 22 de dezembro de 2017 – ALMANAQUE GAÚCHO / Por Ricardo Chaves – Pág: 52)

Share.