Venceu a primeira medalha olímpica da história da natação norueguesa

0
Powered by Rock Convert

Nadador campeão mundial e prata em Pequim-08

Herói nacional por vitória dias após massacre de 2011 na Noruega

Alexander Dale Oen, nadador norueguês, campeão mundial dos 100 m peito em 2011 e medalha de prata na mesma prova em Pequim-2008

Dale Oen foi campeão da prova dos 100 m peito no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai, na China, em julho de 2011, e faturou a prata nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Seu triunfo em Xangai aconteceu apenas três dias depois do massacre na Noruega pelo extremista de direita Anders Breivik que provocou a morte de 77 pessoas. Ele era uma das principais esperanças de medalha da Noruega para a Olimpíada de Londres.

Alexander Dale Oen, 26, campeão mundial dos 100 m peito em 2011 e medalha de prata na mesma prova em Pequim-2008, morreu após sofrer um ataque cardíaco em um treino de alto rendimento realizado nos Estados Unidos. A informação é da federação norueguesa de natação.

Per Sune Eknes, presidente da entidade, confirmou a morte de Oen, após um treino em Flagstaff, no estado do Arizona, onde treinava com a equipe de seu país visando os Jogos Olímpicos de Londres de 2012. Segundo seus companheiros, o nadador desmaiou após sair da piscina, e todos os esforços para reanimá-lo foram infrutíferos.

Oen escreveu dia 30 de abril de 2012, em sua conta no Twitter que lhe restavam “apenas dois dias na concentração de Flagstaff”. “Então será o momento de voltar à cidade mais bonita da Noruega, Bergen”, acrescentou.

O nadador era uma grande esperança de medalha de ouro para seu país na Olimpíada. Em 2011, em Xangai, ele ganhou o primeiro ouro da Noruega em um Mundial de natação. Três anos antes, subiu ao pódio em Pequim para receber a medalha de prata olímpica.
(Fonte: www1.folha.uol.com.br/esporte – 01/05/2012)

oexploradorPowered by Rock Convert

Herói nacional por vitória dias após massacre de 2011 na Noruega

Alexander Dale Oen venceu a primeira medalha olímpica da história da natação norueguesa com a prata nos 100 m peito nos Jogos de Pequim, em 2008. Mas o nadador morto na última segunda-feira aos 26 anos era um herói nacional em seu país em razão de uma façanha realizada três anos mais tarde.

Durante a preparação para o Mundial de natação de 2011 em Xangai, Oen ficou sabendo que o massacre cometido por um fanático político de nome Anders Behring Breivik havia vitimado 77 compatriotas. O nadador teve que lidar com o choque dos assassinatos para poder entrar na água três dias depois e ganhar o ouro na final dos 100 m peito.

Na oportunidade, Dale Oen dedicou a vitória ao povo da Noruega: “Em tempos como esse na Noruega, precisamos estar juntos, com um só. Sinto que todos no país estão paralisados. Mas eu estou em Xangai e tenho que dar o melhor de mim… pensando nas coisas em casa”.

Desde então, a cada vez que se dirigia ao bloco de largada para uma prova internacional, Dale Oen criou o ritual de mostrar ao público a bandeira da Noruega em sua touca de competição. O nadador batia a mão em cima das cores de seu país antes de cair na água.

Campeão mundial de natação, Alexander Dale Oen morreu na última segunda-feira. De acordo com a imprensa norueguesa, o atleta de 26 anos teve uma parada cardíaca. Segundo a federação de natação da Noruega, o rapaz foi encontrado morto no chuveiro, após um treino em Flagstaff, no Arizona (Estados Unidos).

O atleta era uma das maiores esperanças de medalha da Noruega nos Jogos Olímpicos deste ano em Londres, na Inglaterra.

(Fonte: www.olimpiadas.uol.com.br/noticias – Das agências internacionais – Em Oslo Noruega – 01/05/2012)

Powered by Rock Convert
Share.