Tyler Alexander, foi um dos fundadores da McLaren, ao lado de Bruce McLaren e Teddy Mayer

0
Powered by Rock Convert

Um dos principais nomes da história da equipe, ele trabalhou ao lado de Ayrton Senna e outros pilotos

Tyler em foto ao lado de Ayrton Senna durante um GP da Fórmula 1 (Foto: Divulgação/McLaren)

Tyler em foto ao lado de Ayrton Senna durante um GP da Fórmula 1 (Foto: Divulgação/McLaren)

O americano Tyler Alexander (1940 – 2016), foi um dos principais nomes da história da McLaren. O norte-americano esteve ao lado de Bruce McLaren, principal idealizador da escuderia em meados da década de 1960. 

O papel inicial de Alexander na equipe de Bruce incluía mais tempo com os projetos da McLaren na CanAm e na Indy. Por lá, inclusive, venceu duas 500 Milhas de Indianápolis, em 1974 e 1976, ambas com Johnny Rutherford. Depois disso, foi remanejado para focar os esforços em fazer a McLaren triunfar na F1. 

Alexander teve um período de sucesso trabalhando nas atividades de corrida da McLaren (Foto: www.mclaren.com/Divulgação)

Alexander teve um período de sucesso trabalhando nas atividades de corrida da McLaren (Foto: www.mclaren.com/Divulgação)

Ele foi um dos fundadores do time ao lado de Bruce McLaren e Teddy Mayer, em 1966, quando deram início ao time McLaren Racing Cars. Tyler trabalhou como mecânico e engenheiro na equipe e esteve incluso em projetos de protótipos Cam-Am e chegou a coordenar a equipe na USAC e nas 500 milhas de Indianápolis. Durante a carreira, ganhou respeito de campeões como o brasileiro Ayrton Senna, Lewis Hamilton e Mika Hakkinen.

Alexander teve participação nas ações da Mclaren até 1982, quando vendeu sua parte para Ron Dennis, amigo de longa data, mas nunca se afastou da equipe – ele foi braço-direito de Teddy Mayer quando Bruce McLaren morreu aos 32 anos em 1970, num acidente em testes no circuito de Goodwood, com um McLaren M8F Can-Am.

Tyler era homem de confiança de McLaren e de Mayer. Trabalhou como mecânico e engenheiro, foi um dos projetistas de vários dos protótipos da marca na série Can-Am e também coordenou a equipe na USAC, especialmente nas 500 Milhas de Indianápolis.

O dirigente Tyler Alexander, uma das mais importantes figuras da história de meio século da McLaren.

O dirigente Tyler Alexander, uma das mais importantes figuras da história de meio século da McLaren.

Em 1979, foi chamado de volta a Europa para tentar deixar a McLaren – em franca decadência – mais competitiva, trabalhando como diretor de engenharia. Tanto ele quanto Mayer fracassaram e, com a ajuda da Marlboro, Ron Dennis e sua Project Four compraram a equipe e pelo menos Alexander foi mantido como sócio minoritário, já que Mayer logo bateu de frente com os métodos de trabalho do novo dono e se mudou – ironicamente – para os EUA.

oexploradorPowered by Rock Convert

Após sair da McLaren, Tyler chegou a trabalhar na primeira equipe Haas – a de Carl Haas – no papel de Team Manager, mas o dinheiro da Beatrice se esvaiu e a aventura durou só até o fim de 1986. E mesmo depois de tudo isso, foi impossível para Alexander se desvincular da McLaren. Uma curta passagem pela BMW na série IMSA não o impediu de voltar a Woking como diretor de projetos especiais, cargo no qual permaneceu ativo até sua aposentadoria.

Alexander iniciou como mecânico no asnos 1960, mas logo foi adquirindo novas responsabilidades, migrando da Fórmula Indy para a Fórmula 1. Depois de algumas idas e vindas, o norte-americano acabou se aposentando em 2009.

Tyler Alexander faleceu em 7 de janeiro de 2016, aos 75 anos. 

Ron Dennis deixou uma mensagem ao amigo, que desde 2014 estava internado por conta de uma doença. 

– Em nome da McLaren, gostaria de prestar um tributo de coração a um de nossos fundadores e oferecer as mais profundas condolências a muitos dos seus amigos e sua sempre amável companheira, Jane Nottage, que sempre esteve lá, valente até o final. Era um cara que nunca te decepcionaria. Na realidade, Tyler era um dos ótimos da escola antiga. Era batalhador, humilde e esperto. Deixa um legado e uma reputação que permanecerão indeléveis na história do automobilismo internacional – disse Dennis.

(Fonte: http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2016/01 – FÓRMULA 1 – Por GloboEsporte.com Nova York – 07/01/2016)

(Fonte: http://rodrigomattar.grandepremio.uol.com.br/2016/01/tyler-alexander-1940-2016 – AUTOMOBILISMO INTERNACIONAL – FÓRMULA 1/ Por Rodrigo Mattar – 7 DE JANEIRO DE 2016)

Powered by Rock Convert
Share.