PELA PRIMEIRA VEZ A COMPETIÇÃO DE CLUBES MAIS IMPORTANTE DA AMÉRICA DO SUL FOI DECIDIDA POR DOIS TIMES DE UM MESMO PAÍS

0
Powered by Rock Convert

São Paulo conquista a Libertadores

 

 

 
Fez 4 a 0 no Atlético-PR e passou a ser o único clube do Brasil a conquistar o tricampeonato. Time garantiu vaga no Mundial

 

 

 

Festa dos jogadores do São Paulo: goleada veio com muita facilidade.

 

 
O São Paulo é o primeiro clube brasileiro a quebrar a barreira do bicampeonato da América. O tricolor paulista goleou o Atlético Paranaense por 4 a 0, em 14 de julho de 2005, no Morumbi, e ficou com o título da Copa Libertadores da América de 2005. Pela primeira vez, a competição de clubes mais importante da América do Sul (criada em 1960) foi decidida por dois times de um mesmo país. E o São Paulo agora é tricampeão, superando Santos, Cruzeiro e Grêmio, que são bi. Flamengo, Vasco, Palmeiras e Internacional têm um título. O Brasil diminuiu a vantagem Argentina no número de títulos conquistados na competição. Agora, são 12 títulos brasileiros contra 20 dos hermanos. O São Paulo garantiu o direito de disputar o Mundial de Clubes, organizado pela Fifa, em dezembro, no Japão.

Powered by Rock Convert

 

 

 
Melhor, o São Paulo começou pressionando desde o início em busca do gol e da vitória. O rubro-negro paranaense limitou-se aos contra-ataques. O gol não demorou a acontecer. Aos 16 minutos, Amoroso recebeu de Luizão, dentro da área, e desviou de cabeça para o fundo da meta de Diego. Aos 45, o zagueiro Alex segurou Aloísio fora da área. Mas o árbitro argentino Horacio Elizondo marcou pênalti. Aos 46 Fabrício chutou no poste.

 

 
O São Paulo continuou melhor na segunda parte e ampliou com Fabão aos 7, Luizão aos 25 e Tardelli aos 43.

 

 
São Paulo: R. Ceni; Fabão, Lugano e Alex; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior (F. Santos); Amoroso (Tardelli) e Luizão (Souza). T.: P. Autuori.

 

 
Atlético-PR: Diego; Jancarlos, Danilo, Durval e Marcão (Rodrigo); Cocito, André Rocha (Alan Bahia), Fabrício e Evandro; Aloísio e Lima (Fernandinho). Técnico: Antônio Lopes.

 

 
Árbitro: Horacio Elizondo (Argentina). Renda: R$ 3.026.395,00. Público: 71.986 pagantes.
(Fonte: CORREIO DO POVO – Morumbi – PORTO ALEGRE, 15 DE JULHO DE 2005)

Powered by Rock Convert
Share.